Connect with us

Scania

LOTS Group reduz em 27% a emissão de CO2 com substituição de caminhões a diesel por movidos a gás natural

Published

on

A troca resultou ainda em uma economia de 21% nos custos de abastecimento

Os combustíveis fósseis, como gasolina e diesel, utilizados pela maioria dos meios de transporte, estão entre os principais emissores de gás carbônico. Segundo informações do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), o setor de transportes é um dos maiores responsáveis pela emissão de gases de efeito estufa, respondendo por cerca de 20% das emissões globais de CO₂.  

Sabendo de sua responsabilidade, a LOTS Group, empresa do grupo Scania, responsável pela otimização de operações logísticas por meio da tecnologia e inovação, iniciou a transição energética na companhia para reduzir o impacto das mudanças climáticas causadas pela alta concentração de dióxido de carbono.

A primeira ação de transição energética da LOTS foi realizada em 2021 na frota da unidade de São Bernardo do Campo, em São Paulo, substituindo quatro caminhões movidos a diesel por outros novos modelos Scania movidos a gás natural veicular (GNV).

Após a substituição, em parceria da LOTS Group com o Programa Logística Verde Brasil (PLVB), iniciamos o monitoramento dos dados relacionados às emissões de poluentes pelos caminhões, e o estudo apontou que, durante os meses analisados, os veículos movidos a GNV reduziram em 27% as emissões de gases de efeito estufa para o ambiente. 

“Hoje  temos 14 caminhões a gás na operação rodoviária da LOTS em São Bernardo do Campo, o que representa 50% da frota local, nosso objetivo é continuar com a renovação dos veículos e, em breve, possuir uma operação com 100% de caminhões movidos a combustíveis alternativos ao diesel”, revela o gerente de Operações Rodoviárias da LOTS Group, Rafael Santos.

Economia 

A transição de caminhões movidos a diesel para veículos movidos a gás se destaca como uma solução viável não só por contribuir para a preservação do meio ambiente, mas também por trazer benefícios econômicos. “O gás natural, como alternativa de combustível, geralmente é mais barato que o diesel. No caso, nosso estudo mostrou que obtivemos uma redução de 21% nos custos de abastecimento após a inserção dos veículos movidos a gás em nossa frota”, afirma Rafael.

Além da troca de veículos, uma gestão eficaz, treinamento dos motoristas e tecnologias embarcadas também contribuíram para esses resultados. “A LOTS investe em tecnologia para o transporte, possuímos sensores e módulos que monitoram a condução dos motoristas, com o objetivo de aprimorar a performance dos condutores, além de diversos treinamentos e reciclagens que resultam em direção mais eficiente, segura, menor desgaste dos veículos e assim, menor consumo de combustível e emissões de gases poluentes”, explica o gerente de Operações Rodoviárias. 

Continue Reading
Click to comment

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Leia também