Connect with us

Honda

Honda CRF 1100L Africa Twin 2024 ganha nova cor com grafismos atualizados

Published

on

Herdeiras das Honda que dominaram a cena do Rally mundial, modelos são as únicas de sua categoria disponíveis em opções com câmbio convencional ou o exclusivo câmbio DCT

Trinta anos atrás surgiu a primeira Honda Africa Twin, a XRV 650, que logo evoluiu para versões de 750 cc que elevaram o padrão das big trail à época. Em todas elas, o exato balanceamento entre peso, potência e dimensões foi a característica marcante. Com a chegada da CRF 1000L em 2017, a Honda retomou o uso do nome Africa Twin, devolvendo ao segmento big trail uma receita de equilíbrio. A novidade estabeleceu um elevado padrão tecnológico, grande versatilidade e maneabilidade no segmento.

Agora, na versão 2024 das Honda CRF 1100L Africa Twin, toda a bagagem histórica do modelo está presente. Qualidades excepcionais determinam superioridade técnica e uma exclusiva oferta de duas versões, diferenciadas basicamente pela dimensão do tanque de combustível, com 18,8 litros na versão normal e 24,8 litros na Adventure Sports. Em todas há possibilidade de optar entre o câmbio convencional ou o câmbio DCT – Dual Clutch Transmission, diferencial que coloca as CRF 1100L Africa Twin em patamar único no segmento, tanto pela exclusividade do DCT como pela capacidade de atender clientes de demandas distintas.

Fotos: Divulgação

Desde sua introdução no mercado brasileiro, 5 mil Africa Twin chegaram às ruas, cifra que cresceu exponencialmente a partir de meados de 2021, com a chegada da nova geração equipada com motor de 1.084 cc e opção de câmbio DCT. Nos primeiros nove meses de 2023, os emplacamentos da CRF 1100L Africa Twin no país cresceram cerca de 40% em relação à média mensal verificada no ano anterior. Este significativo incremento pode ser atribuído, em boa parte, à nacionalização do câmbio DCT, que desde o início de 2023 é montado em Manaus, tornando o Brasil o primeiro país no mundo a produzir a tecnologia fora do Japão.

Dotada de comando do acelerador TBC – Throttle By Wire, a CRF 1100L Africa Twin se vale de uma plataforma inercial IMU – Inertial Measurement Unit de seis eixos, responsável pela gestão do sistema HSTC – Honda Selectable Torque Control e dos Riding Modes – TOUR, URBAN, GRAVEL e OFFROAD, além do USER 1 e 2, personalizáveis. O motor bicilíndrico paralelo SOHC tem 8 válvulas acionadas pelo comando Unicam. Arrefecido a líquido, a potência máxima é de 99,3 cv a 7.500 rpm de potência com 10,5 kgm.f de torque a 6.000 rpm. O sistema de lubrificação é forçada por bomba trocoida e a alimentação por injeção eletrônica PGM-FI. As Africa Twin com transmissão convencional tem câmbio de seis marchas com embreagem deslizante. Nas Africa Twin com DCT a embreagem é dupla e as marchas também são seis, com acionamento automático ou por teclas no punho esquerdo.

O chassi de tubos de aço tem arquitetura berço semi-duplo, com sub-chassi de alumínio. A suspensão dianteira Showa invertida permite curso de 230 mm para a roda e conta com tubos de 45 mmØ, sendo ajustável na pré-carga da mola, extensão e compressão. O conjunto mola-amortecedor traseiro tem ajuste de pré-carga da mola, extensão e compressão. Vinculada ao sistema Pro-Link®, a balança de suspensão de alumínio dá à roda curso de 220 mm. Na versão Adventure Sports ES as suspensões tem controle eletrônico Showa EERATM que ajustam em tempo real o amortecimento.

Quanto aos freios, a função Cornering ABS aprimora o comportamento do sistema em curvas. O disco dianteiro tipo wave de 310 mmØ tem cálipers Nissin de quatro pistões e montagem radial. O disco traseiro, também de tipo wave, com 256 mmØ, tem cáliper de pistão simples. As rodas de todas as versões da Africa Twin são raiadas com aros de alumínio, dianteira com 21 polegadas e pneu medida 90/90-21M/C, traseira aro 18 polegadas e pneu medida 150/70B. Nas versões Adventure Sports os pneus são do tipo Tubless. O peso em ordem de marcha da CRF 1100L Africa Twin é de 206 kg a seco, a versão Adventure Sports pesa 215 kg a seco. Em ambas versões, o câmbio DCT acrescenta 10 kg ao peso total.

A refinada ergonomia é destaque nas Africa Twin, e especial atenção foi dedicada a preservar a porção anterior do banco (regulável em altura) o mais estreita possível, facilitando o apoio dos pés no solo em manobras de estacionamento. A rica dotação destinada informar e auxiliar o piloto na gestão da motocicleta é outro ponto alto, e neste aspecto é relevante mencionar o painel MID – Multi Information Display, com tela TFT de 6,5 polegadas colorida touchscreen, que possibilita o controle dos Riding Modes. Equipamento padrão das Africa Twin são o Apple CarPlay® e Android Auto™, idem o sistema ESS (Emergency Stop Signal) e o cruise control. A iluminação é full LED, com indicadores de direção de desativação automática. Exclusividade da versão CRF 1100L Africa Twin Adventure Sports é o para-brisa mais alto e protetivo, regulável em cinco posições.

Para o modelo 2024, a CRF 1100L Africa Twin e CRF 1100L Africa Twin DCT ganham a cor Azul Metálico Glint Wave, além da Preto Fosco Matt Ballistic. A versão Adventure Sports será oferecida na Branco Perolizado Pearl Glare. A disponibilidade na rede de concessionários Honda está prevista para novembro. A garantia é de três anos, sem limite de quilometragem e com a comodidade do Honda Assistance, que garante assistência 24 horas no Brasil, Bolívia, Chile, Paraguai, e Uruguai. Os preços sugeridos (base SP) e cores disponíveis são as seguintes:

CRF 1100L Africa Twin (Azul Metálico Glint Wave e Preto Fosco Matt Ballistic): R$ 81.110,00
CRF 1100L Africa Twin DCT (Azul Metálico Glint Wave e Preto Fosco Matt Ballistic): R$ 88.100,00
CRF 1100L Africa Twin Adventure Sports ES (Branco Perolizado Pearl Glare) R$ 102.130,00
CRF 1100L Africa Twin Adventure Sports ES DCT (Branco Perolizado Pearl Glare) R$ 109.130,00

Continue Reading
Click to comment

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Leia também