Connect with us

Elétricos e híbridos

BMW iX5 movido a hidrogênio passa por testes no deserto dos Emirados Árabes Unidos

Published

on

Hidrogênio necessário para alimentar a célula de combustível é armazenado em dois tanques de 700 bar

Lançar uma nova tecnologia exige uma série de testes em todas as condições possíveis encontradas na Terra, até mesmo as mais extremas. Depois de passar por testes no frio intenso de Arjeplog, o BMW iX5 movido a hidrogênio está experimentando um pouco de calor no deserto dos Emirados Árabes Unidos. Por lá, o sistema de propulsão a hidrogênio passou por testes em temperaturas de até 45° C, além de enfrentar areia e poeira. A equipe de desenvolvimento baseada em Munique examina tanto a funcionalidade de todos os sistemas elétricos sob condições extremas como o fornecimento de potência de refrigeração para permitir o desempenho total do veículo.

O BMW iX5 Hydrogen combina capacidade de longa distância e paradas curtas para reabastecimento com uma condução totalmente livre de emissões. O BMW iX5 Hydrogen possui um sistema de células de combustível que gera uma potência de 125 kW/170 cv e uma unidade de propulsão altamente integrada que utiliza a tecnologia BMW eDrive de quinta geração (o motor elétrico, a transmissão e a eletrônica de potência estão agrupadas numa caixa compacta). A potência total do sistema de transmissão é de 295 kW/401 cv.

O hidrogênio necessário para alimentar a célula de combustível é armazenado em dois tanques de 700 bar feitos de plástico reforçado com fibra de carbono (CFRP). Juntos, esses tanques podem conter cerca de seis quilos de hidrogênio. Esta capacidade de armazenamento dá ao BMW iX5 Hydrogen uma autonomia de 504 km (313 milhas) no ciclo WLTP.

Continue Reading
Click to comment

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Leia também