Connect with us

Implementos

Preparação das máquinas agrícolas garante eficiência e disponibilidade durante a safra

Published

on

Cada tipo de equipamento, tratores, plantadeiras, colheitadeiras e pulverizadores, tem suas particularidades

Sujeito a condições climáticas para realizar as operações no campo, o agricultor precisa garantir que seu maquinário esteja pronto para ser utilizado na janela de tempo disponível. Isso é possível com a preparação antecipada dos equipamentos para corrigir pequenos detalhes técnicos e reduzir custos de manutenção.  Além disso, permite que o mecânico realize o serviço de forma mais tranquila e eficiente.

Para programar as ações dois fatores devem ser considerados: a tarefa que cada máquina realizará e o histórico do equipamento. Para máquinas novas, desde que a manutenção esteja em dia, basta fazer as configurações para o início do trabalho. No caso das com mais tempo de uso, torna-se fundamental uma análise técnica a fim de optar por uma revisão mais acentuada, assegurando o funcionamento contínuo durante a temporada de trabalho.

Cada tipo de equipamento, tratores, plantadeiras, colheitadeiras e pulverizadores, tem suas particularidades, e recomendações diferentes de manutenção. Em geral, quanto mais complexa a máquina, maior será a atenção necessária para garantir sua eficiência. As particularidades, como prazos e horas específicas para a substituição e troca de óleo, filtros e outros componentes, estão descritas no manual do operador. “A utilização de aplicativos, como o Mão na Roda Massey Ferguson, que pode ser baixado gratuitamente no celular, auxilia na consulta dessas informações e na compreensão da parte operacional de cada maquinário”, explica Jorge Camargo, técnico de Campo da AGCO para a Massey Ferguson.  

As diferentes culturas e condições de solo também impactam a preparação e na configuração das máquinas agrícolas. Os tratores, por exemplo, precisam ser corretamente ajustados para se adequarem às reações à tração do terreno e relevo.

Vale ressaltar, que o conhecimento e a observação atenta do operador são essenciais para executar os cuidados adequados e evitar problemas futuros. “Além do conhecimento técnico, o profissional deve estar atento aos sinais emitidos pela máquina durante seu funcionamento. Barulhos incomuns ou qualquer indício de mau funcionamento devem ser prontamente identificados e comunicados”, destaca Camargo.

O operador pode contribuir fornecendo informações relevantes sobre o desempenho da máquina ao longo do tempo, o que pode auxiliar na definição de ações preventivas mais adequadas. Essa troca de informações é valiosa para o planejamento da manutenção, que deve ser feita com o suporte de profissionais qualificados.

“As concessionárias possuem técnicos treinados pela marca e ferramentas especializadas, garantindo que a manutenção seja realizada de forma adequada e com eficiência. Uma manutenção executada dentro dos padrões estabelecidos pelo fabricante garante mais tranquilidade ao agricultor. A utilização de peças originais e a execução dos procedimentos de acordo com as especificações da montadora resultam em um serviço de qualidade e, em caso de eventualidades, uma manutenção realizada dentro das normas pode ser amparada por garantia nas peças, proporcionando segurança ao produtor”, ressalta o especialista.

Continue Reading
Click to comment

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Leia também