Verstappen vence na Áustria com uma atuação espetacular

Por Daniel Dias
www.diasaovolante.com

O holandês Max Versttapen, da Red Bull, brilhou no GP da Áustria, nona etapa do Mundial de Fórmula-1, disputada no circuito pertencente a sua própria equipe. O holandês repetiu a conquista do ano passado. Verstappen escalou o pelotão na parte final da corrida, ultrapassando na pista o alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, o finlandês Vatteri Bottas, da Mercedes, e o então líder, o monegasco Charles Leclerc, da Ferrari, na antepenúltima volta.

Foi uma atuação como nos velhos tempos. No entanto, a confirmação da vitória de Verstappen só veio mais de três horas após a bandeirada, tudo devido à manobra do holandês sobre Leclerc ter sido levada a julgamento pelos comissários de pista. De fato, Verstappen não deixou espaço para o carro de Leclerc, inclusive jogando o rival para fora da pista. Depois da punição imposta a Vettel no Canadá, os comissários decidiram inocentar Verstappen para não estragar a festa dos milhares de holandeses que lotaram o autódromo de Zeltweg e também para não manchar a belíssima prova do piloto da Red Bull.

O inglês Lewis Hamilton, da Mercedes, não teve um bom fim de semana. Segundo colocado no treino classificatório, o pentacampeão acabou sendo rebaixado para o quinto lugar no grid por ter atrapalhado o finlandês Kimi Raikkonen, da Alfa Romeo, no Q2. Na corrida, Hamilton enfrentou problemas com o aerofólio dianteiro, que teve de ser trocado no seu pit stop, e terminou apenas na quinta posição. Entretanto, Hamilton manteve a liderança confortável no Mundial, com 197 pontos, à frente de Bottas (166) e Verstappen (126), que superou Vettel (123) na tabela de pontuação. E a próxima etapa será na casa do pentacampeão, em Silverstone, na Inglaterra, dia 14 de julho.

Deixe uma resposta