Novo pneu Michelin garante segurança máxima no piso molhado

Graças à utilização de composto de borracha de última geração, o novo Primacy 4 proporciona excelente frenagem em piso molhado

“Segurança do primeiro ao último quilômetro”. Com esta proposta, chega ao mercado o pneu Michelin Primacy 4, nova referência em segurança e durabilidade do mercado de pneus de passeio. Reforçando a liderança tecnológica da Michelin em prol de uma mobilidade mais sustentável, o lançamento proporciona excepcional frenagem em piso molhado, durante toda a vida útil do pneu, sem comprometer a sua durabilidade.

“Além de conferir segurança não só quando os pneus estão novos, mas também quando usados, o Michelin Primacy 4 traz diversos benefícios ao consumidor. Entre eles, podemos destacar a economia de combustível, graças a sua menor resistência ao rolamento, e a redução do impacto no meio ambiente”, explica Adriana Shoshan, diretora de Marketing da Michelin América do Sul.

As tecnologias do novo composto traduzem o conceito Michelin Long Lasting Performance, que direciona a Michelin no desenvolvimento de seus produtos, ao oferecer a maior segurança do primeiro até o último quilômetro.

“Não basta ser excelente em apenas um ou dois quesitos. A Michelin tem a missão de oferecer aos seus clientes o máximo de todas as performances durante toda a vida do pneu”, completa Adriana.

Líder em frenagem no molhado

Graças à utilização de composto de borracha de última geração, o Michelin Primacy 4 proporciona excelente frenagem em piso molhado, sem comprometer a sua vida útil. Para alcançar este desempenho, sua banda de rodagem foi otimizada: um novo desenho traz o fundo da escultura com um perfil mais quadrado, que potencializa em 22% o escoamento de água, proporcionando muito mais segurança. **

Assim, o Michelin Primacy 4, quando novo, freia em piso molhado 5,4 metros antes que a média dos principais concorrentes. Quando o pneu está usado, a frenagem ocorre 7,4 metros antes, garantindo maior segurança do que os demais.

Líder em durabilidade

Devido ao novo composto de sua banda de rodagem, o novo Michelin Primacy 4 dura até 1 ano a mais que a média de seus  principais concorrentes. A Michelin, líder do segmento de pneus, se dedica ao desenvolvimento da mobilidade de seus clientes, de forma sustentável, criando e distribuindo os pneus, serviços e soluções mais adequados às suas necessidades; fornecendo serviços digitais, mapas e guias, para ajudá-los tonar suas viagens experiências únicas; e desenvolvendo materiais de alta tecnologia, que atendem à indústria da mobilidade. Sediada em Clermont-Ferrand (França), a Michelin está presente em 170 países, emprega 114.100 pessoas em todo o mundo e dispõe de 70 centros de produção implantados em 17 países diferentes que fabricaram 190 milhões de pneus em 2017.

 

Leia mais

Michelin X INCITY Z chega ao mercado Pneu  Michelin X INCITY Z foi desenvolvido  para oferecer mais segurança e economia em prol da melhor mobilidade urbana A Michelin lança uma nova solução para os desafios no transporte urbano, de passageiros e carga. É o pneu Michelin X INCITY Z. Ele chega ao mercado para proporcionar benefícios ...
Michelin apresenta novo pneu Power RS para MotoGP O novo Michelin Power RS já está disponível em 13 dimensões para motos de alta cilindrada, acima de 500cc. Se destacando pela aderência, versatilidade e estabilidade, a Michelin apresenta o novo pneu Michelin Power RS. O lançamento, que chega ao país este mês, garante desempenho surpreendente às ...
Nissan Sentra ganha novo sistema multimídia na lin... Sedã passa a contar com o Nissan Multi-App em duas versões do ano-modelo mais recente Com design expressivo e equipado com a mais avançada tecnologia japonesa, que proporciona conforto, segurança e requinte, o Nissan Sentra chega à linha 2019 com importante novidade de conectividade. O sedã mé...
Alta Roda | Redondamente enganado O futuro da indústria automobilística aponta, ninguém sabe com certeza em que ritmo, para a tração elétrica e avanço das tecnologias de condução autônoma. É uma aposta industrial e de infraestrutura caríssima, sujeita a altos riscos econômicos e de difícil implantação fora de países ricos ou superpo...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *