Segundo em Sonoma, Dixon fatura quinto título e faz história na Indy

Segundo em Sonoma, Dixon fatura quinto título e faz história na Indy. Foto: IndyCar

Vitória do GP de Sonoma ficou com Ryan Hunter-Reay, que largou na pole. Mas Scott Dixon nem precisou se esforçar para vencer: principal rival pelo título, Alexander Rossi tocou no carro de companheiro de time após a largada

Leticia Senna

O triunfo do GP de Sonoma, última etapa da temporada 2018 da Fórmula Indy, foi de Ryan Hunter-Reay. Mas isso foi o que menos importou neste domingo (16). Com o segundo lugar, o neozelandês Scott Dixon garantiu o título – mais um – em sua vitoriosa carreira.

O piloto da equipe Chip Ganassi confirmou o pentacampeonato. Dixon foi campeão em 2003, 2008, 2013, 2015 e 2018 e entrou para a história da categoria norte-americana. Com mais essa conquista e o quinto título, Dixon fica apenas atrás da lenda AJ Foyt, que possui sete títulos.

O novo pentacampeão nem teve muito trabalho para garantir mais um caneco. Seu rival direto pelo título, o norte-americano Alexander Rossi, pôs tudo a perder quando acertou o pneu traseiro do companheiro de equipe Marco Andretti logo após a largada.

O piloto do carro #27 teve a asa dianteira quebrada e o pneu dianteiro direito furado, forçando uma parada fora de hora nos pits. Rossi chegou a ficar uma volta atrás dos líderes da prova, mas fez corrida de recuperação ao escalar o pelotão depois de uma bandeira amarela na volta 44, ocasionada por Graham Rahal.

Segundo em Sonoma, Dixon fatura quinto título e faz história na Indy. Foto: IndyCar

Vitória em Sonoma ficou com Ryan Hunter-Reay, mas o que importa? Foto: IndyCar

Rossi ainda tentou uma última cartada ao modificar sua estratégia de pit stops, com uma parada a menos que os demais pilotos e acelerar de forma quase insana na pista – trazendo um pouco de animação a uma prova morna. O piloto da Andretti ainda voltou em quinto depois da última rodada de paradas nos pits, mas acabou perdendo rendimento e duas posições para Marco Andretti e Sébastien Bourdais.

O sétimo lugar, pelo menos, garantiu a Rossi o vice-campeonato. Ele ficou 57 pontos atrás de Dixon, que somou 678. Will Power, terceiro colocado em Sonoma neste domingo, foi o piloto da Penske mais bem classificado no campeonato. O australiano finalizou a temporada em terceiro na tabela, com 582 pontos. Com a vitória na prova final, Hunter-Reay terminou na quarta colocação (566 pontos) deixando o campeão de 2017, Josef Newgarden, fechando o top 5 com 560.

Entre os brasileiros, Tony Kanaan levou a melhor ao cruzar a linha de chegada em 12º. Pietro Fittipaldi (Dale Coyne) finalizou no 16º lugar com o companheiro de equipe Foyt de Kanaan, Matheus Leist, em 19º. O gaúcho de 19 anos, rookie (estreante da temporada) chegou recebeu uma punição por atrapalhar o colombiano Carlos Muñoz.

Segundo em Sonoma, Dixon fatura quinto título e faz história na Indy. Foto: IndyCar

Dixon ergue a Astor Cup, destinada aos campeões da Indy. Foto: indyCar

A temporada 2019 da Fórmula Indy começa no dia 10 de março com o GP de São Petersburgo, na Flórida (EUA). A grande expectativa para o próximo ano é a possível entrada do espanhol Fernando Alonso na categoria norte-americana de monopostos, para a temporada completa ou apenas para a disputa das 500 Milhas de Indianápolis. Basta aos fãs esperar a decisão do bicampeão da F-1 que já anunciou a despedida da categoria europeia.

Resultado final – GP de Sonoma

1) Ryan Hunter-Reay (EUA/Andretti-Honda) – 85 voltas
2) Scott Dixon (NZL/Ganassi-Honda) – a 2s757
3) Will Power (AUS/Penske-Chevrolet) – a 3s655
4) Simon Pagenaud (FRA/Penske-Chevrolet) – a 4s631
5) Marco Andretti (EUA/Andretti-Honda) – a 19s803
6) Sébastien Bourdais (FRA/Dale Coyne-Honda) – a 21s639
7) Alexander Rossi (EUA/Andretti-Honda) – a 28s378
8) Josef Newgarden (EUA/Penske-Chevrolet) – a 34s629
9) Patricio O’Ward (MEX/Harding-Chevrolet) – a 42s866
10) Ed Jones (EAU/Ganassi-Honda) – a 44s225
11) Santino Ferrucci (EUA/Dale Coyne-Honda) – a 44s627
12) Tony Kanaan (BRA/Foyt-Chevrolet) – a 1min00s414
13) Jordan King (GBR/Carpenter-Chevrolet) – a 1min04s064
14) Zach Veach (EUA/Andretti-Honda) – a 1min05s490
15) James Hinchcliffe (CAN/Schmidt-Peterson-Honda) – a 1min12s803
16) Pietro Fittipaldi (BRA/Dale Coyne-Honda) – a 1min14s246
17) Jack Harvey (GBR/Michael Shank-Honda) – a 1min15s646
18) Carlos Muñoz (COL/Schmidt-Peterson-Honda) – a 1min18s635
19) Matheus Leist (BRA/Foyt-Chevrolet) – a 1min22s382
20) Colton Herta (EUA/Harding-Chevrolet) – a 1min23s467
21) Max Chilton (GBR/Carlin-Chevrolet) – a 1 volta
22) Charlie Kimball (EUA/Carlin-Chevrolet) – a 9 voltas
23) Graham Rahal (EUA/RLL-Honda) – Não completou
24) Spencer Pigot (EUA/Carpenter-Chevrolet) – Não completou
25) Takuma Sato (JAP/RLL-Honda) – Não completou

Leia mais

Power vence em Gateway e segue vivo no campeonato Australiano da Penske driblou estratégia ousada de Rossi de menor número de paradas e ultrapassou líder Dixon para conquistar vitória de número 35 da carreira. Fittipaldi, em 11º, é brasileiro mais bem classificado Leticia Senna Will Power faturou o GP de Gateway, última etapa em circuito oval da ...
Hunter-Reay tira pole position de Dixon em Sonoma Com o cronômetro já zerado, piloto americano da Andretti surpreende principal candidato ao título da temporada 2018 da Fórmula Indy. Vice-líder Alexander Rossi vai largar em sexto A pole position estava nas mãos de Scott Dixon durante o Fast Six do treino classificatório do GP de Sonoma, etapa qu...
Pagenaud vence GP de Sonoma, mas Newgarden é campe... Josef Newgarden não venceu GP de Sonoma, mas levou o título em seu ano de estreia na tradicional equipe Penske. Além disso, acabou com um jejum de cinco anos sem um norte-americano campeão Por Leticia Senna Após cinco anos, os Estados Unidos voltam a ter um norte-americano campeão da Fórmula Indy....
Rossi ganha em Watkins Glen. Newgarden bate e embo... Norte-americano da Andretti vence no circuito misto de Watkins Glen e segura Scott Dixon. Newgarden vacila em saída dos boxes. Castroneves, em 4º, ainda tem chance de título Por Leticia Senna Alexander Rossi teve um fim de semana que se pode chamar de perfeito. Após sair na pole position – com dir...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *