Em prova com grave acidente de Wickens, Rossi fatura 500 Milhas de Pocono

Em prova com grave acidente de Wickens, Rossi fatura 500 Milhas de Pocono. Foto: IndyCar

Faltou emoção na etapa de Pocono, marcada pelo grave acidente sofrido pelo canadense Robert Wickens na sétima volta. Matheus Leist foi o único brasileiro a finalizar a prova na 11ª colocação

Leticia Senna

A prova em si não teve emoção, mas o norte-americano Alexander Rossi tem motivos para sorrir. O piloto da equipe Andretti venceu, neste domingo (19), as 500 Milhas de Pocono, 14ª etapa da temporada 2018 da Fórmula Indy. O australiano Will Power, que largara na pole position, chegou em segundo e o líder do campeonato Scott Dixon completou o pódio.

Com o resultado, Rossi aproximou-se mais ainda de Dixon na luta pelo título. O americano soma 501 pontos contra 530 do neozelandês da equipe Ganassi. O atual campeão Josef Newgarden, companheiro de Power na Penske e quinto neste domingo, é o terceiro colocado na tabela com 464 pontos.

O começo da prova deu indícios de que alguma coisa não terminaria bem. Logo após a largada, Graham Rahal acertou o carro de Spencer Pigot, fazendo o carro #21 da Carpenter ir para o muro e rodar na pista. A bandeira amarela foi acionada. Na volta 7, houve a relargada.

Robert Wickens tentava ultrapassar Ryan Hunter-Reay quando passou por cima do pneu do carro #28 da Andretti e decolou para o alambrado em uma cena chocante. O impacto do carro de Wickens fez o poste e a proteção ficarem bastante danificadas. O carro #6 da Schmidt-Peterson rodopiou e parou no muro do lado oposto da pista.

O piloto não respondeu ao rádio da equipe, o que elevou a preocupação de todos no circuito de Pocono e dos fãs da categoria. Levou mais de uma hora para que a IndyCar, organizadora do campeonato, soltasse o comunicado oficial de que Wickens estava “consciente e alerta”, após ter sido removido de helicóptero para o hospital Lehigh Valley Medical, em Allentown, na Pensilvânia (EUA).

O grande incidente acabou atingindo mais quatro carros, entre eles o do brasileiro Pietro Fittipaldi, da Dale Coyne, que não conseguiu evitar a colisão com o carro de James Hinchcliffe – companheiro de equipe de Wickens. O neto de Emerson Fittipaldi teve o tornozelo fraturado no acidente no classificatório às 6 Horas de Spa, pelo WEC, em maio, atingido. Contudo, depois da prova, o piloto de 21 anos disse que “não aconteceu nada demais” e que ele estava bem.

Além de Pietro e Hinchcliffe, abandonaram a prova Takuma Sato e Ryan Hubnter-Reay.

A corrida foi interrompida por duas horas para que a grade de proteção fosse consertada. Às 17h24min (de Brasília), a prova foi reiniciada sob bandeira amarela. Quatro voltas depois, a bandeira verde foi acionada. Alexander Rossi manteve a primeira posição, seguido por Power, Newgarden e Zach Veach.

O brasileiro Tony Kanaan abandonou a prova na 16ª volta, com novo problema mecânico no carro #14 da equipe AJ Foyt. Seu companheiro de time, Matheus Leist, passou a ser o único representante verde-amarelo na pista. O gaúcho de 19 anos, que estreava no superspeedway de Pocono, passou boa parte da corrida em décimo, mas depois perdeu a posição para Ed Carpenter e finalizou em 11º.

Lá na frente, Rossi marchava tranquilo para a segunda vitória consecutiva na temporada – ele venceu na etapa anterior, em Mid-Ohio –, a terceira em 2018. O piloto da Andretti chegou a perder a liderança momentaneamente para Will Power após uma das paradas nos boxes, mas ultrapassou o australiano da Penske com naturalidade dentro da pista. Apenas os quatro primeiros completaram a prova na mesma volta do líder.

Em prova com grave acidente de Wickens, Rossi fatura 500 Milhas de Pocono. Foto: IndyCar

Os três primeiros: Will Power (E), o segundo; Alexander Rossi (C), o vencedor e Scott Dixon (D), o terceiro. Foto: IndyCar

A próxima etapa da temporada 2018 da F-Indy será disputada no oval de Gateway no sábado que vem (25) em prova noturna.

Atualização do estado de saúde de Wickens

A equipe Schmidt-Peterson e a IndyCar soltaram um novo comunicado no final da noite deste domingo informando a atualização do estado de saúde do canadense Robert Wickens.

De acordo com a nota oficial, o canadense teve lesões nos dois tornozelos e no braço direito. Além disso, ele tem  contusões vertebral e pulmonar.

“O piloto da Schmidt Peterson Robert Wickens está sendo tratado por lesões nas pernas, no braço direito e na coluna vertebral depois do acidente nas 500 Milhas de Pocono. O piloto também sofreu uma contusão pulmonar e vai passar exames de imagem e provavelmente por cirurgia no Hospital Lehigh Valley Medical”, disse o comunicado.

Em prova com grave acidente de Wickens, Rossi fatura 500 Milhas de Pocono. Foto: IndyCar

Wickens (E) e o companheiro de time e amigo Hinchcliffe. Foto: IndyCar

Segundo o ex-piloto canadense e comentarista Paul Tracy nas suas redes sociais, Wickens fraturou os dois tornozelos, um braço e possivelmente fraturou uma vértebra. Ele ainda informou que o compatriota estava acordado e aguardava cirurgia para a manhã desta segunda-feira (20).

Resultado final – 500 Milhas de Pocono

1) Alexander Rossi (EUA/Andretti-Honda) – 200 voltas
2) Will Power (AUS/Penske-Chevrolet) – a 4s498
3) Scott Dixon (NZL/Ganassi-Honda) – a 41s356
4) Sébastien Bourdais (FRA/Dale Coyne-Honda) – a 42s012
5) Josef Newgarden (EUA/Penske-Chevrolet) – a 1 volta
6) Zach Veach (EUA/Andretti-Honda) – a 1 volta
7) Marco Andretti (EUA/Andretti-Honda) – a 1 volta
8) Simon Pagenaud (FRA/Penske-Chevrolet) – a 1 volta
9) Charlie Kimball (EUA/Carlin-Chevrolet) – a 2 voltas
10) Ed Carpenter (EUA/Carpenter-Chevrolet) – a 3 voltas
11) Matheus Leist (BRA/Foyt-Chevrolet) – a 3 voltas
12) Ed Jones (EAU/Ganassi-Honda) – a 3 voltas
13) Max Chilton (GBR/Carlin-Chevrolet) – a 4 voltas
14) Graham Rahal (EUA/RLL-Honda) – a 4 voltas
15) Conor Daly (EUA/Harding-Chevrolet) – Não completou
16) Spencer Pigot (EUA/Carpenter-Chevrolet) – Não completou
17) Tony Kanaan (BRA/Foyt-Chevrolet) – Não completou
18) Ryan Hunter-Reay (EUA/Andretti-Honda) – Não completou
19) Robert Wickens (CAN/Schmidt-Peterson-Honda) – Não completou
20) James Hinchcliffe (CAN/Schmidt-Peterson-Honda) – Não completou
21) Takuma Sato (JAP/RLL-Honda) – Não completou
22) Pietro Fittipaldi (BRA/Dale Coyne-Honda) – Não completou

Em prova com grave acidente de Wickens, Rossi fatura 500 Milhas de Pocono. Foto: IndyCar

Voo impressionante: Wickens decola após tocar em pneu do carro de Hunter-Reay (D). Foto: IndyCar

Leia mais

Will Power larga na frente em Pocono Australiano puxa dobradinha da Penske com Josef Newgarden saindo da segunda posição neste domingo (19) nas 500 Milhas de Pocono. Líder do campeonato, Scott Dixon larga apenas em 13º Will Power e o oval de Pocono se dão muito bem. O australiano da Penske, que venceu as duas últimas edições da prov...
Power vence em Gateway e segue vivo no campeonato Australiano da Penske driblou estratégia ousada de Rossi de menor número de paradas e ultrapassou líder Dixon para conquistar vitória de número 35 da carreira. Fittipaldi, em 11º, é brasileiro mais bem classificado Leticia Senna Will Power faturou o GP de Gateway, última etapa em circuito oval da ...
Power faz grande prova, segura Newgarden no fim e ... Australiano Will Power teve problemas durante a prova, chegou a ir para o fim do pelotão, mas com tática perfeita ganhou as 500 Milhas de Pocono. Tony Kanaan teve grande desempenho Por Leticia Senna O australiano Will Power provou neste domingo (20) que, por detalhe, não está entre os três primeir...
Segundo em Sonoma, Dixon fatura quinto título e fa... Vitória do GP de Sonoma ficou com Ryan Hunter-Reay, que largou na pole. Mas Scott Dixon nem precisou se esforçar para vencer: principal rival pelo título, Alexander Rossi tocou no carro de companheiro de time após a largada Leticia Senna O triunfo do GP de Sonoma, última etapa da temporada 2018 da...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *