Em prova com grave acidente de Wickens, Rossi fatura 500 Milhas de Pocono

Em prova com grave acidente de Wickens, Rossi fatura 500 Milhas de Pocono. Foto: IndyCar

Faltou emoção na etapa de Pocono, marcada pelo grave acidente sofrido pelo canadense Robert Wickens na sétima volta. Matheus Leist foi o único brasileiro a finalizar a prova na 11ª colocação

Leticia Senna

A prova em si não teve emoção, mas o norte-americano Alexander Rossi tem motivos para sorrir. O piloto da equipe Andretti venceu, neste domingo (19), as 500 Milhas de Pocono, 14ª etapa da temporada 2018 da Fórmula Indy. O australiano Will Power, que largara na pole position, chegou em segundo e o líder do campeonato Scott Dixon completou o pódio.

Com o resultado, Rossi aproximou-se mais ainda de Dixon na luta pelo título. O americano soma 501 pontos contra 530 do neozelandês da equipe Ganassi. O atual campeão Josef Newgarden, companheiro de Power na Penske e quinto neste domingo, é o terceiro colocado na tabela com 464 pontos.

O começo da prova deu indícios de que alguma coisa não terminaria bem. Logo após a largada, Graham Rahal acertou o carro de Spencer Pigot, fazendo o carro #21 da Carpenter ir para o muro e rodar na pista. A bandeira amarela foi acionada. Na volta 7, houve a relargada.

Robert Wickens tentava ultrapassar Ryan Hunter-Reay quando passou por cima do pneu do carro #28 da Andretti e decolou para o alambrado em uma cena chocante. O impacto do carro de Wickens fez o poste e a proteção ficarem bastante danificadas. O carro #6 da Schmidt-Peterson rodopiou e parou no muro do lado oposto da pista.

O piloto não respondeu ao rádio da equipe, o que elevou a preocupação de todos no circuito de Pocono e dos fãs da categoria. Levou mais de uma hora para que a IndyCar, organizadora do campeonato, soltasse o comunicado oficial de que Wickens estava “consciente e alerta”, após ter sido removido de helicóptero para o hospital Lehigh Valley Medical, em Allentown, na Pensilvânia (EUA).

O grande incidente acabou atingindo mais quatro carros, entre eles o do brasileiro Pietro Fittipaldi, da Dale Coyne, que não conseguiu evitar a colisão com o carro de James Hinchcliffe – companheiro de equipe de Wickens. O neto de Emerson Fittipaldi teve o tornozelo fraturado no acidente no classificatório às 6 Horas de Spa, pelo WEC, em maio, atingido. Contudo, depois da prova, o piloto de 21 anos disse que “não aconteceu nada demais” e que ele estava bem.

Além de Pietro e Hinchcliffe, abandonaram a prova Takuma Sato e Ryan Hubnter-Reay.

A corrida foi interrompida por duas horas para que a grade de proteção fosse consertada. Às 17h24min (de Brasília), a prova foi reiniciada sob bandeira amarela. Quatro voltas depois, a bandeira verde foi acionada. Alexander Rossi manteve a primeira posição, seguido por Power, Newgarden e Zach Veach.

O brasileiro Tony Kanaan abandonou a prova na 16ª volta, com novo problema mecânico no carro #14 da equipe AJ Foyt. Seu companheiro de time, Matheus Leist, passou a ser o único representante verde-amarelo na pista. O gaúcho de 19 anos, que estreava no superspeedway de Pocono, passou boa parte da corrida em décimo, mas depois perdeu a posição para Ed Carpenter e finalizou em 11º.

Lá na frente, Rossi marchava tranquilo para a segunda vitória consecutiva na temporada – ele venceu na etapa anterior, em Mid-Ohio –, a terceira em 2018. O piloto da Andretti chegou a perder a liderança momentaneamente para Will Power após uma das paradas nos boxes, mas ultrapassou o australiano da Penske com naturalidade dentro da pista. Apenas os quatro primeiros completaram a prova na mesma volta do líder.

Em prova com grave acidente de Wickens, Rossi fatura 500 Milhas de Pocono. Foto: IndyCar
Os três primeiros: Will Power (E), o segundo; Alexander Rossi (C), o vencedor e Scott Dixon (D), o terceiro. Foto: IndyCar

A próxima etapa da temporada 2018 da F-Indy será disputada no oval de Gateway no sábado que vem (25) em prova noturna.

Atualização do estado de saúde de Wickens

A equipe Schmidt-Peterson e a IndyCar soltaram um novo comunicado no final da noite deste domingo informando a atualização do estado de saúde do canadense Robert Wickens.

De acordo com a nota oficial, o canadense teve lesões nos dois tornozelos e no braço direito. Além disso, ele tem  contusões vertebral e pulmonar.

“O piloto da Schmidt Peterson Robert Wickens está sendo tratado por lesões nas pernas, no braço direito e na coluna vertebral depois do acidente nas 500 Milhas de Pocono. O piloto também sofreu uma contusão pulmonar e vai passar exames de imagem e provavelmente por cirurgia no Hospital Lehigh Valley Medical”, disse o comunicado.

Em prova com grave acidente de Wickens, Rossi fatura 500 Milhas de Pocono. Foto: IndyCar
Wickens (E) e o companheiro de time e amigo Hinchcliffe. Foto: IndyCar

Segundo o ex-piloto canadense e comentarista Paul Tracy nas suas redes sociais, Wickens fraturou os dois tornozelos, um braço e possivelmente fraturou uma vértebra. Ele ainda informou que o compatriota estava acordado e aguardava cirurgia para a manhã desta segunda-feira (20).

Resultado final – 500 Milhas de Pocono

1) Alexander Rossi (EUA/Andretti-Honda) – 200 voltas
2) Will Power (AUS/Penske-Chevrolet) – a 4s498
3) Scott Dixon (NZL/Ganassi-Honda) – a 41s356
4) Sébastien Bourdais (FRA/Dale Coyne-Honda) – a 42s012
5) Josef Newgarden (EUA/Penske-Chevrolet) – a 1 volta
6) Zach Veach (EUA/Andretti-Honda) – a 1 volta
7) Marco Andretti (EUA/Andretti-Honda) – a 1 volta
8) Simon Pagenaud (FRA/Penske-Chevrolet) – a 1 volta
9) Charlie Kimball (EUA/Carlin-Chevrolet) – a 2 voltas
10) Ed Carpenter (EUA/Carpenter-Chevrolet) – a 3 voltas
11) Matheus Leist (BRA/Foyt-Chevrolet) – a 3 voltas
12) Ed Jones (EAU/Ganassi-Honda) – a 3 voltas
13) Max Chilton (GBR/Carlin-Chevrolet) – a 4 voltas
14) Graham Rahal (EUA/RLL-Honda) – a 4 voltas
15) Conor Daly (EUA/Harding-Chevrolet) – Não completou
16) Spencer Pigot (EUA/Carpenter-Chevrolet) – Não completou
17) Tony Kanaan (BRA/Foyt-Chevrolet) – Não completou
18) Ryan Hunter-Reay (EUA/Andretti-Honda) – Não completou
19) Robert Wickens (CAN/Schmidt-Peterson-Honda) – Não completou
20) James Hinchcliffe (CAN/Schmidt-Peterson-Honda) – Não completou
21) Takuma Sato (JAP/RLL-Honda) – Não completou
22) Pietro Fittipaldi (BRA/Dale Coyne-Honda) – Não completou

Em prova com grave acidente de Wickens, Rossi fatura 500 Milhas de Pocono. Foto: IndyCar
Voo impressionante: Wickens decola após tocar em pneu do carro de Hunter-Reay (D). Foto: IndyCar

Deixe uma resposta