Transporta Brasil de volta: vida em movimento

Leonardo Andrade

Caros amigos leitores do portal Autos Giros, estamos de volta! Um espaço nobre e importante que nos é concedido para debater sobre o transporte, a vida em movimento. Estou muito feliz em voltar e já quero adiantar que, nesta coluna, a partir de hoje, teremos novidades e um jeitinho diferente de comunicação. Afinal, estamos em novos tempos. Iniciei recentemente um voo despretensioso pelo Youtube e, qual não foi a surpresa? Tomei gosto pela coisa.

Convido a todos vocês a conhecer meu canal, o LEODOCA, lá na rede dos vídeos. Tem conteúdo sobre transportes e veículos, alguns devaneios, uma pitada de notícias e por aí vai. Mas, como o foco é aqui, neste momento, nesta coluna, quero começar falando do momento atual do transporte.

A greve que parou o Brasil

A paralisação dos caminhoneiros teve grandes consequências, apesar de que, mesmo com 12 dias parados, eles ainda não conseguiram estabelecer uma tabela de fretes, uma de suas principais reivindicações. A outra, o preço do diesel, custará bilhões aos cofres públicos, mas o desconto de R$ 0,46 por litro do precioso líquido que move o Brasil não apareceu nas bombas na maioria das regiões do País. Uma luta jurídica está sendo travada para que se possa entrar em um consenso sobre os rumos da tabela de fretes, que fere os custos dos embarcadores, mas que, em sua ausência, quebra os caminhoneiros, que não conseguem impor seus fretes e pegam qualquer carga a custos ridículos. A conclusão? Está longe ainda. O governo conseguiu calar o movimento, mas o equilíbrio dos transportes está frágil. E vem por aí Marco Regulatório do Transporte, outro abacaxi para o setor descascar. Que venham os próximos capítulos.

Setor em aquecimento

O setor de caminhões comemorou no primeiro semestre de 2018 um crescimento de 49,3% nos emplacamentos, em comparação com janeiro a junho do ano passado. No total, foram 32.025 caminhões vendidos no período, com destaque para a MAN Latin America, que ficou na liderança no semestre, seguida pela Mercedes-Benz, Volvo, Ford, Scania e Iveco. Ainda que em ascensão, o mercado ainda engasga em alguns segmentos. Para a felicidade da indústria, setores como o agronegócio e a construção voltaram a respirar, gerando grande demanda por caminhões pesados e extrapesados.

Scania conectada

Eles estão tirando o gesso da manutenção dos caminhões e ônibus! Isso mesmo. Com os contratos convencionais de manutenção, o dono do caminhão paga como se fosse um plano de saúde: uma parcela fixa por mês, independente se ele utilizar os serviços ou não. A Scania resolveu oferecer uma coisa nova para o mercado: os Planos de Manutenção Flexíveis são o produto em destaque da marca. Com os serviços conectados, que permitem que o caminhão transmita dados sobre sua performance, a performance do motorista e informações de consumo e desgaste de diversos componentes, a Scania tem em mãos os parâmetros para saber tudo o que o caminhão faz e sofre. Com isso, ela utiliza os dados para agendar as paradas de manutenção e otimizar os serviços, fazendo com que o dono do caminhão precise pagar apenas o preço por quilômetro rodado e conseguir planejar suas paradas com mais antecedência. Resumindo: o cérebro eletrônico do caminhão se comunica via internet com a Scania, que tem o prontuário daquele veículo e sabe por onde ele andou, quanto acelerou, o que usou de freio, etc. Com esses dados, mais alguns algoritmos de inteligência artificial, o sistema “aprende” coisas sobre aquele caminhão e sugere as manutenções de acordo com as necessidades. Pode isso? O que será que a concorrência está fazendo parecido com isso hein?


Leia mais

Transporta Brasil | A chegada de uma nova geração... Leonardo Andrade Saudações transportadoras! Estamos na área com a grande novidade do setor de transporte rodoviário de cargas da semana: a Scania acaba de apresentar a sua tão esperada nova geração de caminhões para a América Latina. O anúncio, ou pré-lançamento, aconteceu na fábrica, em São Ber...
Transporta Brasil | Aquele “cara que fica at... Salve povo do Autos Giros, salve galera que curte a vida em movimento! O dia 25 de julho passou e a gente precisa tocar no assunto dos motoristas, mesmo com tooodas as homenagens clichês de quem só lembra deles nesse dia inundando as timelines das nossas redes sociais. Claro! Falar sobre os motor...
Mercado custando a retomar Por Leonardo Andrade redacao@transportabrasil.com.br Os números não são animadores ainda. A edição da Carta da Anfavea de março traz os números fechados do primeiro bimestre e, no total de caminhões, existe uma queda de 32,2% nos licenciamentos totais em fevereiro, em comparação com o mesmo mês do...
Transporta Brasil | Transportando o Brasil sem tir... Um relato de minha viagem de 1900 km de Sprinter Street 313 CDI, entre São Paulo e Vitória (ES) Salve, povo do AutosGiros, estamos na área para mais uma Coluna Transporta Brasil! E já que o tema principal é o transporte e a vida em movimento, muito justo incluir como tema principal desta semana o...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *