Autos Giros | Lifan joga alto para surpreender

Daniel Jacques

A chinesa Lifan colocou sua maior cartada na mesa. Um SUV premium, com acabamento de alto nível, amplo pacote de segurança, motor 2.0 turbo de 184 cv e capacidade – real – para sete pessoas. Em versão única por R$ 129.777 o novo X80 chega para competir com concorrentes de peso em um mercado ainda muito desconfiado com os carros do maior país do mundo. Pois a aposta – e a meta – da Lifan é exatamente esta. Acabar com a má fama que seus produtos e sua capacidade têm por aqui.

Visualmente ele chama bastante a atenção, e um detalhe pode passar despercebido. Na grade dianteira, ao invés do emblema da marca, é o nome “Lifan” que aparece. Certamente é para acostumar o brasileiro à marca, e mostrar que pode mais do que se espera.

O pacote de equipamentos é bem completo. Desde o volante é multifuncional revestido em couro, passando por sistema multimídia com tela de oito polegadas touchscreen, câmera de ré com dois ângulos e ar condicionado digital com controles independentes no banco traseiro. Além disso, ele traz teto solar, rebatimento eletrônico dos retrovisores externos e detalhes de acabamento que imitam madeira nobre.

Lifan X80. Foto: Rafael Munhoz/Divulgação

O entre eixos de 2.790 mm garante bastante espaço não apenas para o motorista e o carona, cujos bancos contam com ajustes elétricos, mas também para os passageiros da segunda e terceira fileiras. A segunda, aliás, tem piso plano – o que aumenta o conforto – e bancos rebatíveis (2/3 – 1/3) com ajuste de profundidade e apoio de braço central com porta-copos.

Os últimos dois bancos, quando abaixados, garantem um bom espaço também para bagagens (900 litros até o teto). Rebatendo a linha intermediária de bancos, o espaço para malas alcança 2.500 litros. Com sete passageiros, contudo,  porta-malas fica com apenas 200 litros.

Lifan X80. Foto: Rafael Munhoz/Divulgação

No quesito segurança ele conta com seis airbags, freios ABS com EBD, sistema auxiliar de frenagem de emergência, freio de estacionamento eletrônico, assistente de partida em rampa e de descida, sensor de estacionamento dianteiro e traseiro. O novo X80 traz ainda sistemas especiais de estabilidade e redução de inclinação em mudanças bruscas, sensor crepuscular e abertura das portas e acionamento do motor sem o uso da chave.

Como eu disse, a meta da Lifan é clara. Mudar a opinião do consumidor brasileiro sobre a marca. Mas os desafios para conquistar o consumidor são grandes. Além da fama desfavorável da marca, a baixa capilaridade de sua rede de concessionárias, que conta com apenas 45 distribuidores, também pode limitar o alcance do carro.

Contudo, pela apresentação no lançamento, a marca parece ter plena consciência de seus desafios. O próprio diretor-presidente da montadora no Brasil, Johnny Fang, afirmou acreditar que “com o tempo, cada vez mais clientes vão se interessar pelo carro e aí podemos aumentar as vendas”.

Lifan X80. Foto: Rafael Munhoz/Divulgação

O fato é que o X80 é sem dúvida um novo capítulo para a Lifan no mercado brasileiro, e um salto de qualidade em relação aos modelos atuais da marca no país. Entretanto, mesmo com um bom produto, tudo indica que a marca chinesa vai precisar de paciência para seduzir o Brasil. Passo a passo.

40 anos do ABS

A Bosch está comemorando os 40 anos do freio ABS, desenvolvido pela empresa. O interessante é que a patente para “o mecanismo que previne o travamento das rodas em veículo a motor” data de 1936, ou seja, mais de 80 anos.

O Brasil demorou muito para torná-lo item obrigatório em seus carros, que passou a valer apenas em 2014. Agora, o mesmo “problema” ocorre com controle de tração e estabilidade. Algumas marcas já incluem até nas versões top de seus veículos mais básicos, enquanto outras teimam em “dizer” que não é importante.

Segurança é importante. Sempre.

500 cavalos de 466 cavalos

O Ford Mustang alcançou a marca de 500 unidades emplacadas no Brasil. Considerando que as entregas do muscle car começaram em março, ele levou pouco mais de três meses para atingir o número, o que faz dele o líder absoluto em seu segmento.

O superesportivo chegou ao país em versão única GT Premium, com motor 5.0 V8 de 466 cv de potência e preço na casa dos R$ 300 mil reais.

Deixe uma resposta