Conversa a motor | O que é que o líder tem?

Por Cecília França

Mais um balanco mensal de vendas de veículos, mais um mês de liderança do Chevrolet Onix.
O hatch da GM emplacou 15 mil unidades em maio e segue tranquilo no primeiro lugar no acumulado do ano, enquanto Ford Ka e Hyundai HB20 continuam sua acirrada disputa pelos dois postos seguintes.
Mas, afinal, o que faz do Onix um carro tão popular?

Espera-se que o carro mais vendido do País esteja entre os mais baratos, como foi o Gol por 27 anos e o Palio em 2014. Não é o que acontece hoje. O Onix até oferece a versão Joy, de entrada, por cerca de R$ 43 mil, mas certamente não é a mais vendida da gama.

Não desgosto do carro, mas existem inúmeras opções no segmento de compactos na mesma faixa de preço – como os já citados Ka e HB20, Fiat Argo e o recém lançado VW Polo – e mais baratas, como VW up! e, agora, Renault Kwid. Isso sem contar o bom e velho Gol.

Ok, Argo, Kwid e Polo têm pouco tempo de mercado, mas os outros não.

Beleza põe mesa

Conversei com oito proprietários de Onix no intuito de compreender a preferência e adivinha qual atributo do carro foi apontado como motivo de compra pela maioria? Se você respondeu “o design“, acertou. O Onix é um carro bonito e isso fez toda a diferença para cinco das pessoas com quem conversei.

Beleza é relativo, claro, mas o hatch da GM realmente tem um desenho interessante, talvez só HB20 se equipare em beleza no segmento (embora já mereça uma renovação).

Beleza segura a liderança do Onix. Concorda?

Metade dos meus entrevistados já tiveram outros carros da Chevrolet, mas todos eles pesquisaram veículos de outras marcas antes da compra, dentre os citados: up!, VW Fox, HB20, Honda Fit, Citroën C3, Ford Fiesta, Renault Sandero e Fiat Siena.

Cinco dos oito entrevistados não sabiam que o Onix havia zerado no teste de segurança do LatinNCap em 2017, o que é bastante relevante e só reforça a ideia de que segurança não vende no Brasil (lembrando que, depois disso, o modelo recebeu reforços na segurança e conquistou 3 estrelas no mesmo teste).

Depois do design, “A qualidade dos materiais utilizados” e “O preço” foram os motivos de compra mais apontados pelos proprietários. “Condições de pagamento” também teve citações.

Panorama

Vejamos: o Gol perdeu a liderança de mercado após a aposentadoria do G4, em 2014. No mesmo ano, a VW lançou o up! com esperanças de que ele assumisse o posto, o que não aconteceu por inúmeros motivos. Do lado da Ford, surgia o novo Ka (realmente novo!). Também em 2014 a Fiat aposentava o Uno Mille e seguia com o Novo Uno, lançado em 2010, e o Palio, aposentado agora, em 2018.

Resumindo, quando falamos em carros de entrada e compactos, em 2015, quando o Onix tornou-se líder, as quatro maiores montadoras do mercado brasileiro ofereciam como opções up!, Gol, novo Ka, Palio, novo Uno e Onix. O HB20 também estava no páreo desde 2012, mas foquemos apenas nas quatro maiores.

O Onix chegou em 2012 com dois grandes diferenciais: sistema multimídia MyLink e transmissão automática de 6 marchas. Ficou fácil superar os antigos de mercado, como Gol e Palio, uma vez que conectividade conta muito na escolha de compra. Foram apenas dois anos até alcançar a liderança, pouco tempo, mas foi fácil diante do panorama.

Agora, com Polo e Kwid em jogo, pode ser que a vida do Onix comece a se complicar. Será?

Leia mais

Vamos falar de renovação… na indústria autom... Por Cecília França A Fiat acaba de aposentar o Palio. O compacto que fez história na indústria nacional sai de linha para dar lugar aos recém-lançados Mobi, Argo e Cronos. Aconteceu com o Uno Mille, cinco anos atrás, e com outros carros importantes de outras marcas, como Corsa e Celta, da GM, e a p...
Conversa a motor | Quando chega o fim da linha par... Cecília França "Tudo que é bom dura pouco", diz o ditado. Nem tudo. Fosse assim, o Fusca não teria sido fabricado por mais de 70 anos (hehe). Quando se trata de carro (e da vida?), todos um dia hão de acabar. Aconteceu com mitos como o Fusca, o Opala e o Uno Mille. Mais recentemente com o Fiat Pali...
O bom momento da Aliança Renault-Nissan no Brasil Por Cecília França Renault e Nissan mantêm uma aliança estratégica desde 1999. No Brasil, a francesa está comemorando 20 anos de presença enquanto a japonesa opera desde os anos 2000. Nestas quase duas décadas em solo tupiniquim, podemos dizer que, em 2018, as duas marcas vivem seu melhor momento. ...
Faltou Onix no mercado Por Cecília França Acompanhem comigo os números de emplacamentos do Onix de janeiro a março deste ano: 16.058 - 12.797 - 12.918. Na coluna anterior, chamei a atenção para estes números e para a queda na distância entre o líder e seus principais concorrentes - Ka e HB20 - no ranking de vendas, suger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *