Autos Giros | Um “gatinho” com garras bem afiadas

Jaguar E-Pace SE R-Dynamic. Foto: Autos Giros

 

Daniel Jacques


Jaguar

substantivo masculino. Nome comum aos grandes mamíferos carnívoros da família dos felídeos, particularmente os do gên. Felis. Do tupi “ya´guara”.


Menos de um ano depois do seu lançamento global, o Jaguar E-Pace se prepara para começar a ganhar as ruas brasileiras. E o Grupo Top Car, distribuidor da Jaguar Land Rover no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, realizou eventos de avant-première do modelo, que já está em pré-venda no Brasil, para os públicos gaúcho e catarinense.

Considerado o “filhote” da família de SUVs da marca felina – que conta também com o “irmão maior” F-Pace e o “irmão do meio” totalmente elétrico I-Pace – o E-Pace chega com duas motorizações. A primeira, 2.0 turbo a gasolina, desenvolve 249 cavalos de potência e acelera de 0 a 100 km/h em menos de 7 segundos. A “segunda” é o mesmo motor, recalibrado e exclusivo para a versão topo SE R-Dynamic, que desenvolve 300 cv e acelera de 0 a 100 km/h em 6,2 segundos.

Jaguar E-Pace SE R-Dynamic. Foto: Autos Giros
Jaguar E-Pace SE R-Dynamic. Foto: Autos Giros

Inspirado no mais desejado dos carros da montadora britânica, o F-Type, o E-Pace reúne toda a imponência do irmão “F” num visual mais compacto. Com preços partindo da casa dos R$ 220 mil, ele virá em três versões. Além da “básica”, ele terá a S e a top SE, estas com pacote R-Dynamic. No lançamento haverá também a edição especial First Edition, limitada a 45 unidades.

“O E-Pace hoje é o filhote, o novo produto, que veio para ganhar um novo segmento de mercado que estava faltando dentro da Jaguar. Temos grandes concorrentes, mas ele veio para ganhar o mercado com força.”, explica o gerente da concessionária Top Car Jaguar Land Rover em Porto Alegre (RS), Fabio Graff.

Jaguar E-Pace SE R-Dynamic. Foto: Autos Giros
Jaguar E-Pace SE R-Dynamic. Foto: Autos Giros

Em uma faixa de preço bem mais disputada do que a do “irmão”, o novo E-Pace deve abrir um novo mercado para a marca britânica no país, levando-a a bater recordes de vendas por aqui.

E falando em recorde, o SUV foi apresentado globalmente entrando no Guinness Book por realizar um salto completo de 15,3 metros de comprimento com direito a uma manobra em espiral de 270 graus. Vale a pena ver:

A marca britânica deve anunciar em breve a data oficial de lançamento do modelo.


Mais do que uma bela gravata

A Chevrolet, cujo símbolo é uma gravata dourada, segue lançando a linha 2019 do seu line up de produtos. Depois da picape Montana e do compacto Onix, na última semana foi a vez da picape S10.

Chevrolet S10 2019. Foto: Divulgação
Chevrolet S10 2019. Foto: Divulgação

Prestes a renovar totalmente a sua linha, a montadora parece ter optado por uma estratégia diferente neste ano. Ao invés de trazer grandes mudanças, tanto a nova versão do compacto campeão de vendas quanto a da picape média trazem como característica um aumento nos seus respectivos itens de segurança, conforto e praticidade. A razão disso é atender demandas dos consumidores, que pediam ou se perguntavam por que os modelos não contavam com tais equipamentos.

Líderes de vendas em vários segmentos no mercado nacional, parece que os modelos Chevrolet estão se preparando para manter esta condição por um bom tempo.

Pra não dizer que estas mudanças suaves acontecerão com todos, em julho deve chegar a nova Spin 2019. Bastante modificada, ela marca a estreia da série de 20 novidades recentemente anunciada pela Chevrolet.


Guarde bem este nome

Yaris. Este é o nome do novo modelo da Toyota, que será apresentado oficialmente nas próximas semanas. Posicionado entre o compacto Etios e o sedã Corolla, ele chegará nas versões hatch e sedã.

É incrível perceber que só agora a marca japonesa, reconhecida pela qualidade de seus carros, esteja trazendo opções entre o modelo de entrada e o sedã médio. Contudo, em se tratando da de Toyota, o sucesso é, no mínimo, muito provável.


E a greve?

É, parece que acabou. Boa notícia?

Sim, mas a má notícia que eu citei na edição passada da coluna se confirmou. Segundo a Fenabrave – Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores, o volume de emplacamentos de veículos no mês de maio apresentou queda de 5,21% em relação a abril. Foram emplacadas 294.957 unidades no quinto mês do ano, contra 311.165 no mês anterior.

Menos mal que na comparação entre os meses de maio 2018 e o mesmo mês de 2017 (285.775 unidades), o setor registrou avanço de 3,21% no período. No acumulado do ano ainda há uma boa alta, na casa de 14,3%.

Mas isso não é tudo. Segundo o presidente da Fenabrave, Assumpção Júnior, “como há um espaço de até sete dias entre a venda do veículo e o seu emplacamento, essa redução no volume ainda deve ter reflexos nos resultados do mês de junho”.


Daniel Jacques é editor do site Autos Giros

Deixe uma resposta