Copa Truck e MB Challenge não confirmam a etapa em Curvelo (MG)

Copa Truck e MB Challenge não confirmam a etapa em Curvelo (MG). Foto: Divulgação

Paralisações nas estradas atrasaram cronograma do evento e fizeram com que haja incerteza no fornecimento de combustível para as equipes no interior mineiro, além da logística da montagem de todo o evento

Com as manifestações e paralisações nas estradas do País, a Copa Truck e o Mercedes-Benz Challenge, em alinhamento com a Associação Nacional de Equipes de Truck, pilotos, equipes e patrocinadores das duas categorias, anunciam que a etapa de Curvelo (MG) não está confirmada para o próximo dia 10 de junho.

As incertezas no transporte de equipamentos para montagem do autódromo, bem como o transporte dos caminhões e do combustível necessário para os treinos e corridas no Circuito dos Cristais fazem com que a etapa não seja realizada no próximo dia 10.

“Mesmo que o desbloqueio total dos pontos de paralisação de todo o país acontecesse hoje, não há uma previsão para a normalização acontecer. Não temos uma confirmação da obtenção de combustível para todas as categorias até o momento” explica Carlos Col, CEO da Mais Brasil, organizadora do evento.

Copa Truck e MB Challenge não confirmam a etapa em Curvelo (MG). Foto: Divulgação
Além da Copa Truck, etapa mineira do MB Challenge também não está garantida. Foto: Divulgação

Alternativas estão em análise

“O prazo de normalização varia de um lugar para o outro e não há uma previsão de quando isso possa ocorrer. Como a montagem do evento começaria a partir do deslocamento das carretas para Curvelo nesta quarta-feira (30), a organização do evento toma a decisão de não confirmar a etapa nesta data. Deixando aberta as possibilidades a serem analisadas em função de calendário, grade de televisão, Copa do Mundo e outros fatores que influenciam nessa decisão”, acrescentou Col.

No domingo passado (27), a Copa Truck disputou a primeira etapa da Copa Sudeste em Interlagos (SP), com duas vitórias de Roberval Andrade.

Mesmo com a paralisação, a etapa teve um ótimo público e conseguiu ser realizada devido a toda logística já estar planejada antes das paralisações. Porém, para Curvelo a situação é outra. Por isso, a decisão pôde ser tomada com mais antecedência, pautada pela responsabilidade junto aos patrocinadores, público, fornecedores, pilotos e equipes.

Leticia Senna

Deixe uma resposta