Muito além de veículos, projeto prevê um ecossistema elétrico

A Nissan anunciou parceria com a empresa alemã E.ON, uma das maiores distribuidoras globais de energia, que já mantém projetos com a fabricante de automóveis na Dinamarca. O projeto aposta no compromisso da Nissan em desenvolver um extenso ecossistema elétrico, tanto para consumidores finais quanto para empresas.

A iniciativa prevê que a Nissan e a E.ON explorem oportunidades em operações-piloto e na oferta de soluções relacionadas aos serviços vehicle-to-grid, geração de energia renovável e soluções de armazenagem, bem como a integração à rede para clientes de veículos elétricos da fabricante japonesa.

Para acelerar ainda mais o processo de eletrificação, as duas marcas pretendem expandir o programa para outros países europeus. O foco do projeto tem como base contribuir para uma sociedade mais integrada, com escritórios, escolas, residências, estradas e veículos totalmente interconectados. Tudo isso alimentado por energia limpa e sustentável.

Para isso, a montadora usa a tecnologia Vehicle-to-Grid (V2G), um importante componente da Integração Inteligente e que, por sua vez, é um dos três pilares centrais da visão de Mobilidade Inteligente da Nissan, presente em veículos como o Leaf.

“A Nissan tem a missão de derrubar as barreiras à mudança para a propulsão elétrica. Esta parceria incrível com a E.ON é mais um passo neste sentido. Nossa meta é que a Nissan seja reconhecida como um parceiro automotivo de referência para serviços de energia, com o objetivo final de fornecer eletricidade gratuita aos nossos clientes de veículos elétricos”, explica Paul Willcox, chairman da Nissan Europa.

Segundo Karsten Wildberger, CEO da E.ON, a parceria é motivada pela vontade comum de oferecer aos clientes ainda mais conforto e serviços. “Também estamos acelerando o desenvolvimento da mobilidade elétrica no mundo do amanhã, por meio de iniciativas ambiciosas”, comenta.

A parceria com a E.ON vai utilizar a infraestrutura V2G e a avançada tecnologia de recarga bidirecional da Nissan. Isso permitirá que os clientes utilizem energia da rede para alimentar seus veículos elétricos. Eles também podem “vender” a energia de volta para a rede, para que outros possam utilizá-la. Isso pode representar a ausência de custos para o cliente – ou seja, energia gratuita para seus veículos elétricos.

A Nissan desenvolveu vários projetos inovadores para oferecer soluções avançadas de energia, como o Nissan Energy Solar, anunciado em janeiro no Reino Unido. Normalmente, a energia solar é utilizada para alimentar aparelhos eletrodomésticos durante o dia, mas tem uma capacidade limitada de armazenagem.

As residências que contam com o serviço de energia solar podem coletar e armazenar energia excedente de seus painéis e utilizá-la durante a noite para carregar seu veículo elétrico. O resultado é uma energia de baixo custo e totalmente renovável para os clientes.

Na França, a Nissan e seu parceiro do setor energético OKWind lançaram uma nova solução para armazenagem de energia para empresas, especificamente adaptada às áreas rurais. Atualmente, o sistema solar da OKWind está reduzindo o custo da eletricidade em 40%. Entretanto, se combinado a um sistema de armazenagem de energia para empresas, pode permitir que agricultores utilizem energia renovável e sejam autossuficientes em até 75% de suas necessidades. A proposta deve ser expandida na França e em outros países.

No Reino Unido, a Nissan também apoia dois projetos V2G de larga escala para clientes pessoa física e frotistas. Os projetos são financiados pela Agência para Veículos de Baixa Emissão (Office for Low Emission Vehicles – OLEV) e a Secretaria Estratégica para Energia Industrial e Comercial (Department for Business Energy and Industrial Strategy – BEIS), em parceria com a Agência de Fomento à Inovação do país, a Innovate UK. Está prevista a instalação de 2 mil unidades de V2G, para criar uma rede de energia nacional mais eficiente.


Rosangela Groff é jornalista e atua há mais de 10 anos na área automotiva. É editora do caderno Carros & Motos do jornal Correio do Povo, um dos mais tradicionais do Rio Grande do Sul, com 122 anos de existência. Também edita conteúdo impresso e on-line no segmento de autopeças para entidades do setor.

A coluna Auto Performance é veiculada todas as quartas-feiras e aborda os mais diversos temas do setor, desde as estratégias de mercado das marcas até as novas tecnologias que equipam os veículos.

Leia mais

Comunicação direta entre veículos com conectividad... Automóveis se comunicando entre si para alertar eventuais perigos na estrada, como carros lentos ou parados. Assim funciona o C-V2X (Cellular Vehicle-to-Everything), uma solução de comunicação entre veículos, assim como entre veículos e infraestruturas, que contribui para aumentar a segurança viária...
Sistema alerta motorista para não esquecer nada no... Por Rosangela Groff “A Nissan faz com que os carros sejam grandes parceiros de seus clientes”. Com esse pensamento a fabricante japonesa acaba de criar uma tecnologia que induz o motorista a não esquecer nada no banco traseiro. O sistema é uma ferramenta de garantia para que nada que deveria “segui...
Auto Performance | Estudo mostra onde a indústria ... Embora a indústria automotiva esteja dando os primeiros passos na direção dos veículos elétricos, grandes empresas já se aproximam de economias de escala com mais de 100 mil carros neste segmento por ano. A conclusão é do estudo “Power play: como os governos estão estimulando a indústria de veículos...
Primeiro carregador de automóveis de alta potência... A ABB, empresa que desenvolve produtos de eletrificação, robótica e movimento, automação industrial e redes energéticas, apresentou na semana passada o carregador de carros elétricos mais rápido do mundo na Hannover Messe, na Alemanha. O novo modelo oferece autonomia de até 200 km com tempo de recar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *