Citroën conquista pontos preciosos no Rally de Monte-Carlo

Citroën conquista pontos preciosos no Rally de Monte-Carlo. Foto: Citroën Communication

Equipe Citroën Total Abu Dhabi WRT está em terceiro no Campeonato Mundial de Rally após a realização da etapa do Rally de Monte-Carlo, a primeira da temporada 2018. Próxima parada da competição será na Suécia neste fim de semana

A etapa de abertura do Campeonato Mundial de Rally (WRC) em Monte-Carlo (Mônaco) começou com uma prova curta, mas muito difícil. Quase todos os pilotos tiveram algum tipo de problema. As duplas da Citroën Craig Breen/Scott Martin e Kris Meeke/Paul Nagle chegaram em sétimo e nono lugares, respectivamente.

As posições não refletiram com exatidão o ritmo dos carros. ­Mais uma vez, o “Monte” manteve sua reputação de ser imprevisível. Foram apenas 62,18km de estágios cronometrados. Ou seja, apenas 16% da distância total competitiva foi disputada. Contudo, essas duas primeiras etapas tiveram a dificuldade adicional de serem realizadas à noite. Os pilotos tiveram apenas os fachos de seus faróis para guiar.

Primeiro, um genuíno teste de coragem e bravura. Pela primeira vez, o estágio entre Thoard e Sisteron foi disputado na direção contrária. Este trecho fez história no Mundial ao longo dos anos, devido à neve sempre presente.

Cobrindo quase três quilômetros de pista na abertura, a neve deu às equipes uma verdadeira dor de cabeça em termos de escolha de pneus antes da largada em Digne-les-Bains. Craig Breen e Kris Meeke precisaram de todos os seus talentos acrobáticos para superar esse trecho crítico.

Apresentando seis estágios nos departamentos de Hautes-Alpes, Drôme e Alpes de Haute Provence e cobrindo uma distância competitiva de 144,88km, a etapa de sexta-feira (26) foi a mais longa do rally para o Citroën Total Abu Dhabi WRT. Breen/Martin e Meeke/Nagle tiveram destinos contrastantes.

Desafios extremos do Rally de Monte-Carlo

Com ou sem neve, o Rally de Monte-Carlo é um grande desafio da largada à bandeirada. Na sexta, as condições de estrada prevaleceram com a umidade no ar de manhã e com chuva à tarde. Mas as duplas do Citroën Total Abu Dhabi WRT não foram surpreendidas pelo clima variável pela escolha correta dos pneus Michelin.

Craig Breen teve um começo forte e estabeleceu o terceiro melhor tempo no primeiro estágio. Mas ele teve problemas com os freios. O irlandês conseguiu realizar reparos entre os estágios, mas perdeu tempo e caiu para décimo na classificação geral.

Enquanto isso, após sua falta de sorte na noite anterior, Kris Meeke teve um começo relativamente cauteloso. Mas as mudanças na configuração de seu C3 WRC lhe permitiram aumentar a confiança para a segunda passagem. Após o almoço, ele estabeleceu o quinto tempo mais rápido em Vitrolles-Oze, a apenas 8,2 s do líder. De volta ao sexto lugar geral, o britânico terminou o dia com o quarto tempo no último estágio.

Houve mistura de tensão e emoção no ar na manhã de sábado. Champsaur, o cenário para a terceira etapa, foi coberto com uma manta de neve durante a noite. Primeiro colocado após terminar o dia anterior em décimo no geral, Breen não conseguiu bons tempos no piso nevado.

Quinto na ordem de entrada na pista, Meeke desfrutou de estradas mais limpas. Os dois pilotos da Citroën, no entanto, subiram para nono e quinto lugares, respectivamente.

Mônaco e Alpes Maritimes nas fases finais

No domingo, a prova deslocou-se para Mônaco e para o departamento de Alpes Maritimes para as quatro etapas finais. O Col de Turini, um pico localizado pouco mais de 1.600m, é um dos destaques. Nesse ponto, um grande número de fãs que ocupam as estradas e clima imprevisível dão o tom.

Neste ano, o estágio emblemático do “Monte” não foi exceção. Cerca de 20% das estradas no primeiro trecho estavam cobertos de geada, principalmente na região entre Col de Turini e Peira Cava. A capacidade de ler o nível de aderência com precisão foi necessária para evitar problemas. Meeke conseguiu negociar melhor o trecho, com dois pneus Michelin com cravos e dois super softs. Enquanto Breen optou por uma mistura de pneus de compostos moles (4) e super softs (2). Ambos os pilotos foram bem no estágio disputado entre La Cabanette e o Col de Braus.

Breen confirmou sua boa forma com um terceiro tempo mais rápido na segunda passagem sobre o lendário Col de Turini. Enquanto isso, Meeke mostrou força e consistência para impedir alguns de seus determinados rivais, o que o ajudou a chegar ao quarto lugar. O britânico marcou 17 pontos na tabela de classificação dos pilotos ­– um bom início da temporada. A equipe Citroën Total Abu Dhabi WRT obteve 18 pontos para iniciar a temporada em terceiro lugar no campeonato dos fabricantes.

“Foi o Rally de Monte-Carlo mais difícil que já disputei. Estou surpreso por terminar o rali com 17 pontos, mas certamente os levarei! Agora temos que ficar humildes e continuar trabalhando duro para tentar melhorar”, disse Meeke.

Os vencedores do Rally de Monte-Carlo foram o francês Sébastien Ogier e o navegador Julien Ingrassia. O pentacampeão mundial de rally conduz um Ford Fiesta da equipe M-Sport.

Resultado final do Rally de Monte-Carlo

1) Ogier/Ingrassia (Ford Fiesta WRC) – 4.18’55”5
2) Tanak/Jarveoja (Toyota Yaris WRC) + 58”3
3) Latvala/Anttila (Toyota Yaris WRC) + 1’52”0
4) Meeke/Nagle (Citroën C3 WRC) + 4’43”1
5) Neuville/Gilsoul (Hyundai i20 WRC) + 4’53”8
6) Evans/Barritt (Ford Fiesta WRC) + 4’54”8
7) Lappi/Ferm (Toyota Yaris WRC) + 4’57”5
8) Bouffier/Panseri (Ford Fiesta WRC) + 7’39”5
9) Breen/Martin (Citroën DS3 WRC) + 9’06”7
10) Kopecky/Dresler (Skoda Fabia R5) + 16’43”0

Classificação do WRC após o Rally de Monte-Carlo

1) Sébastien Ogier – 26 pontos
2) Ott Tänak – 18
3) Jari-Matti Latvala e Kris Meeke – 17
5) Thierry Neuville – 14
6) Elfyn Evans – 8
7) Esapekka Lappi – 6
8) Bryan Bouffier – 4
9) Andreas Mikkelsen – 3
10) Craig Breen – 2
11) Jan Kopecky – 1

Leticia Senna

Leia mais

Burti é convidado de Diego Nunes para Corrida de D... Ex-Fórmula 1, Luciano Burti é o 11º piloto que já correu na categoria mais famosa do mundo a ser confirmado na Corrida de Duplas, a disputa que abre a temporada da Stock Car Diego Nunes, que segue defendendo as cores da Full Time Bassani nesta temporada, definiu seu convidado para a Corrida de Dupl...
Ipiranga anuncia Bia Figueiredo como parceira de T... Bia Figueiredo será companheira de equipe de Thiago Camilo. Galid Osman, antigo parceiro de Camilo, vai correr na Cavaleiro Sports A Ipiranga anunciou, nesta quarta-feira (31), Bia Figueiredo como companheira de equipe de Thiago Camilo na Stock Car. O paulista, que logo em seu ano de estreia na I...
Novo time Squadra G-Force define pilotos para a te... Sergio Jimenez e Guga Lima irão acelerar pela Squadra G-Force, o mais novo time da Stock Car, comandado por Guilherme Ferro A Squadra G-Force, mais nova equipe a compor o grid da Stock Car, definiu seus pilotos para a temporada 2018. Sob o comando do engenheiro Guilherme Ferro, a equipe apostar n...
Gasly e Hartley são confirmados na Toro Rosso em 2... Francês Pierre Gasly e neozelandês Brendon Hartley, juntos na equipe desde o GP do México, continuam como pilotos titulares na temporada 2018 da Fórmula 1 Pierre Gasly e Brendon Hartley serão os pilotos da Toro Rosso no ano que vem. O anúncio oficial aconteceu nesta quinta-feira (16). A dupla est...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *