A bordo do Equinox, enfim

É a própria GM quem chama o Equinox de SUV Premium. É a GM quem coloca o modelo como concorrente de Audi Q3 e BMW X1. Como o preço dele é de R$ 149.900, vamos chamar o Equinox de premium.

E por que estou falando no Equinox? Porque um mês após o lançamento eu finalmente o testei. Sem convite para o evento oficial de lançamento (vocês não sabem o quanto isso chateia), consegui testar o SUV por outros meios. E foi a própria GM quem ofereceu o carro.

Quando você entra nele, a primeira informação é de que o motor tem 262 cv de potência e o torque de 37 kgfm. Acelerou, amigo? Então segura! Em velocidade de cruzeiro o Equinox anda na casa dos 110 km/h abaixo dos 2 mil giros. O piloto automático é de fácil manuseio e a velocidade é controlada por botões posicionados do lado esquerdo do volante. Pode ser alterada a qualquer tempo.

E uma aceleração segura. O SUV mostrou que os controles de tração e estabilidade cumprem muito bem seus papéis. É um carro seguro. O alerta de ponto cego funciona bem e a luz auxilia antes de uma tentativa de mudança de faixa. Se mudar de faixa sem dar seta, o assistente traz o SUV de volta à pista original. E pode andar com trações 4×2 ou 4×4. Basta escolher pelo botão AWD no console.

Na segurança, o banco do motorista vibra ao detectar a iminência de algum acidente e uma luz vermelha entre o paniel e o para-brisa acende.

O Equinox oferece um excelente espaço interno e tem teto solar de fácil manuseio e em três níveis de abertura.

Em suma, gostamos. Não sei se vale os quase R$ 150 mil, mas é um carro bastante agradável. Alô, GM! Eu posso falar bem dos vossos produtos, mas preciso que você me dê a oportunidade de conhecê-los!

Leia mais

E é só o pré Por Paulo Rogério A Jaguar deu início à pré-venda do E-Pace. O SUV compacto ficou mais esportivo e na versão mais chinfrim custa R$ 222.300. Na topo de linha, a R-Dynamic SE, de 300 cv, o valor bate nos R$ 278.080. Não é de hoje que a Jaguar prefere esportividade a luxo em seus modelos. Por cara...
Das duas às quatro Por Paulo Rogério Permitam-me pedir licença ao proprietário e editor do Autos Giros (conhecido como chefe) para sair só um pouquinho dos carros e falar sobre motos. Motos premium, é claro, a coluna é Mundo Premium. É que estivemos na semana passada na cobertura do Salão Duas Rodas, em São Paulo....
Grande Mini ‘Outro dia’ é uma expressão que se refere a um fato que aconteceu ontem ou há anos. Mas vale também para quando você não lembra da data com exatidão. Foi outro dia que eu estava vendo um filme e teve início uma dessas cenas de perseguição. Os bandidos ocupavam uns modelos Mini Cooper. Foi quando me ...
A coisa está feia É preocupante, sim. E liga o sinal de alerta. A venda de importados no Brasil caiu 23,1% nos primeiros oito meses de 2017. Em números absolutos, foram 18.822 unidades neste ano, contra 24.473 no mesmo período de 2016. As informações são da Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricante...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *