Piloto da SFI CHIPS André Miranda concorre ao Prêmio Capacete de Ouro

Piloto da SFI CHIPS André Miranda concorre ao Prêmio Capacete de Ouro

 A  21ª edição do Prêmio Capacete de Ouro acontece no próximo dia 8 de novembro 

A Revista Racing promove no próximo dia 8 de novembro a 21ª edição do Prêmio Capacete de Ouro, evento que celebra os melhores pilotos do ano no País em diversas categorias.

O Capacete de Ouro é a maior premiação do automobilismo brasileiro e teve seus finalistas divulgados na última segunda-feira, dia 30 de outubro. Entre os candidatos ao prêmio deste ano, o piloto da SFI CHIPS André Miranda comemorou a primeira indicação na carreira. Ele está entre os três finalistas na categoria Off-Road, dedicada aos competidores de Rally Cross Country.

O piloto da SFI CHIPS concorre ao prêmio ao lado do navegador Alison Pedroso, dupla que vem fazendo bonito neste ano no Campeonato Brasileiro de Cross Country e na Mitsubishi Cup. A dupla de Vinhedo, São Paulo, tem grandes chances de título nas duas competições.

“No Campeonato Brasileiro estamos empatados em primeiro lugar. Já na Mitsubishi Cup estamos mais na frente e com grandes chances de sermos campeões. Com um quarto lugar na última etapa já garantimos o título, então a situação é bem mais confortável, mas precisamos fazer a nossa parte”, diz Miranda .

Os resultados obtidos ao longo do ano pela dupla foram fundamentais para a indicação ao Capacete de Ouro. O prêmio define os três finalistas levando em consideração a pontuação dos competidores colocados entre o 1º e 10º lugares nas corridas realizadas dentro do prazo do concurso, entre os dias 1º de janeiro e 22 de outubro de 2017.

Após estipulados os finalistas, a votação acontece através de um colégio eleitoral formado por jornalistas, fotógrafos e especialistas em automobilismo.

Currículo

O piloto da SFI CHIPS compete desde 2011 e já tem no currículo um vice-campeonato brasileiro. Na Mitsubishi Cup, Miranda foi vice-campeão duas vezes e campeão em 2015 e 2016.

“Sempre corri o Campeonato Brasileiro e a Mitsubishi Cup, mas o Brasileiro cumpri todas as etapas somente no ano passado e neste ano. Quando criança sempre tive o sonho de pilotar um carro e então a minha família me proporcionou essa experiência e transformou um sonho em realidade”, ressalta.

Vitor Pereira

Deixe uma resposta