Stock Car: Squadra G-Force é nova equipe da temporada 2018

Stock Car: Squadra G-Force é nova equipe da temporada 2018

Sob o comando do experiente engenheiro Guilherme Ferro a Stock Car terá uma nova equipe na próxima temporada

A Stock Car contará com uma nova equipe a partir da próxima temporada: a Squadra G-Force. Sob comando do engenheiro Guilherme Ferro em parceria com o empresário Xavier de Souza, proprietário da Helptech Indústria. O time ficará baseado em Curitiba (PR) e irá assumir a operação da antiga C2 Team, que disputou a Stock Car entre os anos de 2014 e 2016.

“Gosto muito de automobilismo, inclusive minha filha já correu de kart, e conhecendo o universo da Stock Car vi a possibilidade de investir em uma equipe. A ideia é formarmos um time de ponta. Já temos o primeiro piloto, que em breve será anunciado. Um piloto muito experiente que nos ajudará a conquistar grandes resultados”, explicou Souza.

Conceito diferente

A nova equipe vem com um conceito diferente, inovador, aproveitando a ótima estrutura da C2. Ferro tem 15 anos de automobilismo, com experiência em competições internacionais, com passagens também pela Fórmula 3, Fórmula Renault, Mundial de FIA GT e GT3 Brasil.

Em 2009, ele passou a integrar a Officer Pro GP. No ano seguinte foi para a RZ Motorsport (2010 e 2011), atuou na Carlos Alves Competições (2012 e 2013), e na temporada de 2014 assumiu o desafio de comandar a recém criada C2 Team. Neste ano, faz parte da R.Mattheis Motorsport na Stock Car, da RZ Motorsport no Brasileiro de Marcas e da C2 Team no Brasileiro de Turismo.

Para Ferro, voltar a comandar um time na maior categoria do Brasil é um novo desafio. “Acredito muito neste projeto e no crescimento do automobilismo no Brasil. A equipe contará com o suporte técnico de profissionais muito capacitados, que vem agregar todo o seu conhecimento na estrutura da equipe”, destacou.

A equipe também disputará o Campeonato Brasileiro de Turismo, sob o comando de Ruben Carrapatoso, que tem uma trajetória de destaque no automobilismo.

Vitor Pereira

Deixe uma resposta