VW Virtus, “Argo sedan” e Toyota Yaris: os sedans que chegam em 2018

Por Cecilia França

Fiat e Volkswagen ainda estão colhendo os resultados dos lançamentos de seus novos hatches no mercado – Argo e Polo – mas já já voltarão suas atenções para os novos sedãs que chegam em 2018: Virtus, da alemã, e o três volumes derivado do Argo. A Toyota é outra montadora que voltou seus olhos para esta categoria, mais especificamente para o sub segmento de sedãs compactos, e vai trazer para o Brasil o Yaris, provavelmente no segundo semestre do ano.

Tanto Toyota quanto Volkswagen possuem modelos entre os cinco mais vendidos nos rankings de sedãs pequenos e médios. Com Yaris e Virtus, elas certamente esperam ocupar a lacuna do meio, dos compactos, onde figuram Honda City e Chevrolet Cobalt. Já a Fiat conta com representante apenas entre os sedãs pequenos mais emplacados, o Siena, que deve ter suas versões mais caras substituídas pelo três volumes derivado do Argo.

Os novos modelos ainda estão envoltos em mistério e o que se sabe sobre eles veio de investigação ou dedução da mídia especializada. A Fiat revela hoje o nome oficial deste sedã derivado do Argo de forma inusitada: com uma corrida de Unos com escada (entenda no vídeo abaixo). Mas o Estadão já estragou a brincadeira e revelou ontem que ele se chamará Cronos.

A VW divulgou um teaser do Virtus e confirmou o lançamento para janeiro de 2018, mas as informações oficiais param por aí, nada de motorização ou outros detalhes. Questionei a assessoria da montadora e ouvi como resposta que eles estão focados na divulgação do Polo e só responderão sobre o Virtus “no momento apropriado”. É certo, porém, que o sedã ocupará a lacuna entre Voyage e Jetta.

A revista Auto Esporte de setembro deu mais algumas pistas do novo modelo alemão. De acordo com a publicação, o Virtus medirá 4,47m e terá 2,65m de entre-eixos, 9 cm a mais que o Polo, apesar de compartilharem a mesma plataforma. A partir de flagras divulgados por funcionários envolvidos na fabricação do sedã, a revista afirma que ele contará com central multimídia sensível ao toque, volante multifuncional inspirado no Golf e ar-condicionado digital.

Também questionamos a Toyota sobre o Yaris, que chega ao Brasil primeiro na versão hatch e depois na sedã, mas não recebemos retorno. A Quatro Rodas de outubro não esperou por informações oficiais e dirigiu o modelo na Tailândia, primeiro mercado em que ele foi lançado. Na matéria, algumas possibilidades de motorização do modelo japonês: 1.5 herdado do Etios e 1.8 do Corolla.

Segmento

O investimento das montadoras na categoria de sedãs é compreensível. Mesmo eles tendo perdido participação de mercado com a ascensão dos SUVs, continuam atrativos em preço, espaço e desempenho para as famílias brasileiras. O sub segmento de compactos caiu de 95.284 emplacamentos em 2014 para 19.916 no primeiro semestre deste ano. Bem que ele está merecendo uma atençãozinha.


*A coluna Autos Papos teve seu nome alterado para AutoMobilidade em 08/02/2018


Cecília França. Paranaense, jornalista formada há 12 anos pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Iniciou na cobertura do setor automotivo há quatro anos, no jornal diário Folha de Londrina. Atualmente é freelancer e colunista do Autos Giros.


*A coluna Autos Papos teve seu nome alterado para AutoMobilidade em 08/02/2018

Leia mais

Ranking dos mais vendidos: a ascensão da Jeep e o ... Por Cecília França O ano de 2017 marca a sedimentação da Jeep no mercado nacional. Depois da ascensão com o Renegade, a montadora se firmou de vez com a chegada do irmão maior, o Compass, que ocupa a 11ª posição entre os veículos mais vendidos (autos e comerciais leves) até o momento*. Já foram emp...
Autos Giros | Sim, Yaris Daniel Jacques E a Toyota finalmente lançou o tão falado Yaris. As opiniões neste primeiro momento são um pouco divididas, mas dá pra dizer que a maioria gostou do que viu. Conforme anunciado há pouco tempo, a marca japonesa optou por lançar, juntas, as versões sedã e hatch (ou "hatchback") do novo...
No setor automotivo, santo de casa faz milagre Por Cecília França Marcas têm melhores desempenhos em Estados que sediam suas fábricas A Renault costuma dizer que o Paraná é sua casa no Brasil. Conhecendo a longevidade da relação entre o Estado e a montadora, que completa 20 anos em 2018, entendemos o motivo de tal identificação. E este relac...
Você acha carro popular caro hoje? Já foi pior! Por Cecília França Para quem está cansado de discutir futebol na roda de amigos, sugiro um tema igualmente espinhoso para substituí-lo: os preços dos carros no Brasil. Tocar neste assunto é certeza de discursos inflamados, mas com uma diferença para qualquer Fla X Flu: haverá consenso. Dez em ca...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *