Primeiro caminhão elétrico, veículo que une Volkswagen e MAN e novo extrapesado são destaques na Fenatran

E-Delivery, Constellation 33.440 Tractor e Constellation 33.440 Tractor fazem parte de pacote que amplia portfólio Volkswagen e MAN em todos os segmentos

Marcar a Fenatran 2017 com o maior número de lançamentos simultâneos de sua história. Se este era o objetivo da MAN Latin America, ele foi alcançado. A marca trouxe novidades que começam desde a recentemente apresentada linha Delivery, passando pela linha Volkswagen Constellation até os extrapesados MAN.

Segundo João Herrmann, gerente de Marketing do Produto da MAN Latin America, “o momento não poderia ser melhor para a gente retornar à Fenatran, lançar uma nova família de veículos. Além de fazer outros lançamentos, por que realmente percebemos que o momento que você estava esperando algo acontecer para voltar a investir já foi. Então todos perceberam que “se eu não fizer alguma coisa eu vou quebrar esperando que alguém faça””.

Protótipo elétrico ainda enfrenta desafios para produção em escala

Lançada oficialmente às vésperas da Fenatran, a nova família de caminhões leves Volkswagen Delivery amplia o portfólio da marca no país. E para mostrar que o novo Delivery não é apenas um projeto de cabine, de chassi. a montadora apresentou o seu protótipo elétrico, o e-Delivery. “Ele realmente é um novo conceito de caminhão. Estamos mostrando, no lançamento da nova família, a versão elétrica. Ele já nasce pronto para novas tecnologias”, explica Herrmann.

Conforme já havia sido anunciado, em 2018 o e-Delivery será testado pela multinacional Ambev na sua distribuição de bebidas na cidade de São Paulo (SP). Apesar disso, ele ainda está longe de ganhar as ruas do Brasil. “Como escala de produção, ainda não se pode esperar que o e-delivery seja produzido na mesma escala do tradicional, mas é uma aposta nossa. Com o teste da Ambev a gente imagina que outros clientes se interessem e já se interessaram”, ressalta o executivo. Segundo ele, o desafio ainda é colocá-lo em um processo produtivo que seja economicamente viável. Fizemos o protótipo foi simples porque o veículo já estava preparado pra isso”.

Apoio do governo é fundamental para a viabilidade do e-Delivery

Por ser um veículo elétrico, é normal que seu custo – e por consequência, seu valor – seja mais alto do que um caminhão comum. Para João Herrmann, o preço, isto torna o custo-benefício dele ainda mais importante para a sua viabilidade comercial. “É muito difícil que um elétrico tenha o preço de um veículo diesel. Mas se as empresas que buscam uma imagem ambientalmente correta e contribuir para o planeta, pode ser um caminho. Ou ter na frota ter alguns veículos elétricos, zero emissão, pode ser uma forma de atender”.

Por ser um caminhão leve, é importante que o elétrico e-Delivery seja de fácil de carregar. E isto é garantido pela sua tomada plug-in de 380 volts. Segundo a marca, ele leva cerca de três horas para recarregar 100%. “Clientes médios e grandes, a Volkswagen providencia a tomada , é tranquilo. Salvo quando o cliente pequeno não tem garagem. Nestes casos, o investimento não virá da montadora, é preciso vir governo. Por tudo isso, a nossa proposta aqui é plantar a ideia”, destaca Herrman.

Primeiro caminhão a unir tecnologias Volkswagen e MAN

Pela primeira vez, a MAN Latin America está lançando um caminhão que une um chassi MAN com uma cabine Volkswagen Constellation. Apesar de o protótipo Constellation 33.440 Tractor ser algo inédito, o gerente de marketing da montadora explica que é um processo natural. “Fazemos parte do grupo Volkwsagen Truck & Bus. Somos várias empresas, entre elas Volkswagen e MAN. Nisso existe sinergia, uma “prateleira” na qual você pode usar elementos de outras marcas. Desde que, claro, você comprove que aquilo vai agregar valor ao grupo. Não pode fazer algo que vá competir com outro dentro de casa”.

“Nós fazemos uma troca constante de tecnologia, e aqui está o primeiro resultado disso. Ele reúne o que a MAN tem de bom e o que a VW tem de bom. Junta tudo isso e o que temos? Um TGX para operar na cana, por exemplo. É claro que não é tão simples. Não é só pegar uma cabine e colocar no outro”, ressalta.

Extrapesado preparado para operações mistas com conforto e robustez

Lançado no início de 2016, outro destaque do estande da MAN na Fenatran é o MAN TGX 29.480 Crossover. “Já vendemos cerca de 350 unidades dele, que é dedicado para operações mistas. Como no caso do setor madeireiro, no qual o caminhão anda 30 quilômetros na estrada de terra e 150 km no asfalto.”, salienta Herrmann.

“Se comprar um fora de estrada, ele vai bem na estrada de terra e pena no asfalto. Se compra um rodoviário, ele vai bem no asfalto, mas na estrada de terra se arrebenta inteiro. Então desenvolvemos esta nova solução”. O gerente da MAN Latin America (caminhões Volkswagen e MAN) destaca que, no asfalto, o MAN TGX 29.480 Crossover é um veículo rodoviário normal. A única diferença é a altura, aumentada para a operação fora de estrada.

“Mercado sinaliza que estamos passando por uma mudança de cultura”

Segundo João Herrmann, 2017 ainda não será o ano sem perdas que muitos concorrentes esperam. “A conta não tá empatando pra ninguém. Quem diz que tá empatando tem que levantar as mãos para o céu”, enfatiza.

Contudo, a compreensão de que o momento de investir é este pode mudar o perfil do mercado positivamente. “Os clientes finalmente estão fazendo agora o que a gente fala há mais de 10 anos. Tem que fazer conta, ir para a planilha, ver quanto custa o km rodado, quanto custa o seu frete”. De acordo com Herrman, as perdas aconteciam também nos tempos de mercado em alta. “Antes ele ganhava tanto dinheiro que, mesmo perdendo, ele ganhava. Agora não, e aí aperta”.

“Isto também sinaliza que nós estamos indo para outro patamar de cultura. A cultura do transporte brasileiro está mudando. E isto reflete um pouco da mudança do mercado como um todo. É preferível que agora a gente cresça devagar e sempre do que crescer 30, 40% pra cair 80”, finaliza o gerente de marketing dos caminhões Volkswagen e MAN no Brasil.

Leia mais

Volkswagen Caminhões participa de evento da Ambev ... Destaque em apresentação na Ambev será o novo e-Delivery. Primeiro caminhão leve 100% elétrico desenvolvido no país que vai estrear no mercado este ano Desta segunda-feira (26) até quarta-feira (28), a MAN Latin America estará na Super Convenção Logística Ambev com novidades para o setor de trans...
Mercado argentino já se prepara para os novos cami... O argentino será um dos primeiros mercados fora o Brasil a receber a nova família Delivery em sua jornada internacional Prevista para desembarcar em março na Argentina, a nova família Delivery já movimenta a rede de concessionárias da Volkswagen Caminhões e Ônibus no país. Cerca de 15 profissiona...
Otimismo é a palavra de ordem na Fenatran 2017 Principal evento de transporte e logística da América Latina, a Fenatran 2017 abre suas portas nesta segunda-feira (16) com muitas novidades e fortes apostas na retomada do setor a partir de 2018 A Fenatran 2017 - 21º Salão Internacional do Transporte Rodoviário de Cargas, abre suas portas nesta ...
Transposul debate o futuro do caminhão elétrico Atração fez parte da programação da 20ª TranspoSul - Feira e Congresso de Transportes e Logística em seu primeiro dia Uma novidade que deve revolucionar o mercado. A MAN, marca de caminhões e ônibus do grupo Volkswagen, apresentou durante a 20ª Feira e Congresso Transposul detalhes do seu caminhã...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *