Tony Kanaan vai para a equipe Foyt em 2018

Tony Kanaan vai para a equipe Foyt em 2018. Foto: IndyCar

Brasileiro assinou contrato de dois anos com equipe do lendário tetracampeão das 500 Milhas de Indianápolis A. J. Foyt

O brasileiro Tony Kanaan foi apresentado nesta quinta-feira (15) como novo piloto da equipe Foyt. Depois de quatro temporadas na Ganassi, o baiano de 42 anos defenderá a AJ Foyt Racing na temporada 2018.

Kanaan será o principal piloto da escuderia que costuma ocupar as últimas filas do grid da Fórmula Indy. Ele vai pilotar o carro #14. O time de propriedade do lendário A. J. Foyt e seu filho Larry ainda não anunciou o restante da equipe. Mas a contratação do brasileiro marca a total reformulação que o time fará para a próxima temporada. Em 2017, os pilotos da Foyt foram o norte-americano Conor Daly e o colombiano Carlos Muñoz.

Tony acertou acordo de dois anos com a escuderia. O campeão da Indy de 2004 declarou que quer fazer história na nova equipe a partir do próximo ano.

“É uma ótima oportunidade para se construir algo e fazer história. O ano de 2018 vai ser muito importante na Indy, pois teremos novos carros e todas as equipes terão o mesmo kit aerodinâmico. Por isso, esse é o momento certo para este novo desafio. O A.J. e o Larry estão fazendo um grande investimento na equipe, reformulando a parte técnica com engenheiros renomados e promovendo uma renovação interna”, comentou o brasileiro.

Tony Kanaan vai para sua 21ª temporada na Indy – considerando os campeonatos da CART e da IRL – em 2018. Ele soma 17 vitórias e 77 pódios. O baiano foi campeão da IRL em 2004 e faturou a edição de 2013 das 500 Milhas de Indianápolis. Na ocasião, o piloto defendeu a extinta KV Racing. Na equipe Ganassi, Kanaan venceu apenas uma vez: em Fontana na temporada 2014. No time de Chip Ganassi, ele subiu ao pódio 12 vezes.

Foyt aposta em renomado engenheiro

Além da contratação de Tony Kanaan, a Foyt anunciou também o renomado Eric Cowdin para o cargo de diretor técnico e engenheiro-chefe. Cowdin tem parceria vitoriosa com o brasileiro no passado. Ex-Andretti, Penske e Ganassi, ele foi engenheiro de corridas de Kanaan no título do baiano na Indy Lights em 1997, na Indy em 2004 e na Indy 500 em 2013. A parceria Kanaan-Cowdin tem 14 triunfos na categoria.

“Estou extremamente feliz em ter o Tony em nossa equipe. Ele é o tipo de piloto que dá 110% sempre. Tanto dentro do carro durante as corridas quanto fora do carro com os patrocinadores. Estou certo que a sua experiência terá um impacto positivo dentro da AJ Foyt Racing”, disse Larry Foyt, elogiando a nova contratação.

Leticia Senna

Deixe uma resposta