Chevrolet apresenta nova picape S10 Turbodiesel com tecnologia CPA na Expointer 2017

Teste com a nova picape S10 Turbodiesel na pista off-road da Chevrolet na 40ª Expointer. Foto: Pena Filho

Nova picape S10 Turbodiesel traz tecnologia inédita no mercado brasileiro que anula as vibrações do motor

O grande destaque da Chevrolet  na Expointer 2017 a nova picape Chevrolet S10 Turbodiesel. Com motor 2.8 turbodiesel de 200 cv e expressivos 51 kgfm de torque, ela traz uma série de novidades que garantem uma condução mais segura e silenciosa.

Para começar, ela traz os sistemas HSA (Hill Assist, auxiliar de partida em subida, Hill Assist) que segura o veículo por três segundos entre o motorista tirar o pé direito do freio e colocar no acelerador. Assim, ela consegue subir aclives sem sustos.

Ela também traz o HDC, que é auxiliar de descida. Com ele, o sistema mantém o controle do carro em descidas, mesmo íngremes e sem a intervenção do motorista. O detalhe é que não se trata de um controle do freio motor, e sim, um monitoramento das rodas junto com o sistema ABS.

A nova picape S10 Turbodiesel também é capaz de encarar, por exemplo, uma inclinação lateral de 35 graus com tranquilidade. Confira no vídeo do teste feito pelo Autos Giros com a picape durante a Expointer 2017:

No vídeo acima também é possível ver, no teste do pêndulo, o chassi reforçado do modelo Chevrolet. Além disso, a força de aceleração e a segurança na frenagem também são destaques da nova versão da picape.

Entender o consumidor para oferecer a melhor picape

O Gerente de Marketing de Produto General Motors do Brasil, Rogério Sasaki, destacou durante a Expointer que, para a Chevrolet, “é importante entender o consumidor. É isso que faz com que a GM mantenha a liderança do mercado”. “A cada ano que passa a gente vem entregando mais evolução. E isto, claro, inclui o segmento das picapes.”, destacou.

Sasaki falou ainda sobre as diferenças entre as versões diesel e flex da picape S10. “Ao contrário do que se pensa, isto vai além da questão do combustível. Para o agro, o diesel é mais interessante por que o veículo percorre longas distâncias com maior frequência, além de ser o mesmo combustível dos implementos da fazenda, por exemplo”.

Desde o começo, as picapes buscam atender as demandas do consumidor. No início, eram basicamente veículos de carga, e, segundo Sasaki, a maior capacidade de caçamba do mercado. Com o passar dos anos, o consumidor passou a pedir força, robustez e autonomia. A picape S10 seguiu evoluindo para atender as novas demandas.

Mais recentemente, o que se pedia era conforto e segurança. Atualmente, além de tudo isso, os clientes querem “nível de carro de luxo: câmbio automática na flex, direção elétrica, customização, etc. E é isso que a Chevrolet entrega com a atual linha da S10”, destaca Sasaki.

A nova tecnologia Centrifugal Pendulum Absorber – CPA

Presente na picape Chevrolet Colorado, no mercado norte-americano, a tecnologia CPA (Centrifugal Pendulum Absorber) chega ao Brasil com a nova linha da picape S10 Turbodiesel automática 2018.

Em veículos a diesel, é o motor que gera toda a vibração e ruído que se sente na cabine, que é reverberado pela transmissão. Pois o trabalho do novo sistema é exatamente anular o efeito desta vibração. E isso é alcançado através de um pêndulo instalado no conversor de torque da transmissão automática. Ele “compensa” a vibração que vem do motor antes que ele chegue à cabine.

Como funciona o sistema CPA da picape S10 Turbodiesel

Novo sistema – inédito no Brasil – anula os efeitos da vibração do motor. Foto: Pena FilhoO giro do motor diesel, com a explosão da queima de combustível, causa a vibração no veículo. Em uma fração de segundo, quando o motor “empurra” a transmissão, o pêndulo, localizado na própria transmissão, “cai para trás”, e quando o motor “volta”, o dispositivo vai para frente.

“Isto gera a anulação de força que faz com que, na cabine, a vibração e, consequentemente, o ruído, desapareçam”, explica. “Este melhor refino em ruídos e vibrações traz, ao mesmo tempo, melhor dirigibilidade e ganho em consumo”, finaliza Sasaki.

Além do CPA, a S10 diesel ganhou nova calibragem do motor 2.8 turbo e da transmissão de seis marchas. Além disso, ela conta com um sistema de gerenciamento elétrico mais moderno.

Com as novidades, a versão 4×2 é capaz de rodar com média de consumo de 10,8 km/l em perímetro rodoviário e de 8,8 km/l em perímetro urbano, de acordo com dados do Inmetro. Assim,  a autonomia máxima da picape subiria para 864 km.

A velocidade máxima é de 180 km/h, enquanto a aceleração de 0 a 100 km/h é feita em 10,3 segundos, ou 0,6s mais rápido que o modelo anterior. A S10 também é a maior do segmento, com até 5,40 metros de comprimento. Já a capacidade de carga é de aproximadamente 1,1 tonelada.

Chevrolet Trailblazer 2018 e as versões da S10

Outro destaque da Chevrolet na Expointer 2017 foi o SUV Trailblazer. Com capacidade para até sete ocupantes, o modelo também passou por evoluções na parte mecânica. Um exemplo é o mesmo sistema CPA da picape S10 Turbodiesel.

A nova picape S10 Turbodiesel conta com treze variações de configurações. São quatro versões de acabamento (LS, LT, LTZ e High Country), três opções de cabine (simples, dupla e chassis cab), duas de motorização (2.8 TurboDiesel e 2.5 SIDI Flex), dois tipos de transmissão (manual e automática, ambas de seis velocidades), além de dois tipos de tração (4×2 e 4×4 com reduzida).

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: