Renault anunciou em agosto investimento de R$ 750 milhões para nova fábrica e ampliação da unidade de motores

O sucesso dos motores 1.0 SCe e 1.6 SCe, lançados no final de 2016, foi um dos principais motivos que levaram a Renault a planejar expansão

O sucesso dos motores 1.0 SCe e 1.6 SCe, lançados no final de 2016, foi um dos principais motivos que levaram a Renault a planejar expansão

A Renault do Brasil anunciou investimentos de R$ 750 milhões no Complexo Ayrton Senna, no Paraná, voltados para a construção de uma nova fábrica: a Curitiba Injeção de Alumínio (CIA), e para a ampliação da Curitiba Motores (CMO).

“Nossos investimentos reforçam a importância estratégica do Brasil para o Grupo Renault e para o crescimento das nossas vendas na América Latina”, diz Olivier Murguet, presidente da Renault América Latina.

Curitiba Injeção de Alumínio

A Curitiba Injeção de Alumínio é resultado do trabalho de cerca de duas mil pessoas, envolvendo equipes da Aliança Renault-Nissan de 11 países, para a implantação das melhores práticas e tecnologias de injeção na nova unidade industrial. O resultado é uma fábrica equipada com máquinas de alta tecnologia e modernos processos de produção.

A partir de janeiro de 2018, o local vai iniciar a produção em série, a partir de uma linha de injeção a alta pressão, para o bloco, e outra de injeção a baixa pressão para produzir o cabeçote do motor 1.6 SCe (Smart Control Efficiency), lançado no final de 2016.

A sustentabilidade foi um dos pilares do projeto. Para a construção da CIA, foram utilizadas estruturas pré-moldadas. Elas reduziram a geração de resíduos e otimizaram a velocidade da construção. Para a economia de energia elétrica, a unidade conta com telhas translúcidas. Além disso, o pré-aquecimento das barras de alumínio será feito com o reaproveitamento do calor do processo.

Curitiba Motores

O sucesso dos motores 1.0 SCe e 1.6 SCe, lançados no final de 2016, foi um dos principais motivos que levaram a Renault a planejar expansão de sua fábrica de propulsores. Inaugurada em 2001, a CMO já produziu aproximadamente 3,5 milhões de motores, com cerca de 40% desse total destinados à exportação. A ampliação inclui a construção de novas linhas de usinagem de blocos e cabeçotes em alumínio e virabrequim em aço, utilizados nos motores 1.6 SCe.

Produzidos no Complexo Ayrton Senna e apresentados ao mercado brasileiro no final do último ano, os motores 1.0 SCe e 1.6 SCe destacam-se pelo baixo consumo de combustível, desempenho e prazer ao dirigir. Para garantir a máxima eficiência dos propulsores, a Renault utilizou o know-how. Ele foi adquirido na Fórmula 1, categoria em que a marca já conquistou 12 títulos mundiais. Das pistas, veio a tecnologia ESM (Energy Smart Management) e a bomba de óleo com vazão variável. Ela reduz o consumo de combustível, entre outras inovações.

O motor 1.0 SCe está disponível nos modelos Sandero e Logan. Já o 1.6 SCe, além de Sandero e Logan, também equipa os modelos Duster, Duster Oroch e Captur.

Modelos Renault

Este slideshow necessita de JavaScript.

Letícia Mota

Leia mais

Renault do Brasil bate recorde participação no mer... O SUV Captur e o compacto Kwid foram os dois lançamentos de 2018 que ajudaram a Renault do Brasil a superar seu melhor market share até então Em 2017 a Renault do Brasil manteve a trajetória de crescimento que segue de forma contínua no país desde 2010.  Neste ano a marca francesa alcançou novo r...
Renault aumenta sua fatia no mercado nacional Empresa terminou o mês de abril com uma fatia de 7,8% de participação no mercado brasileiro A Renault está ampliando sua fatia de atuação no cenário automotivo nacional. A montadora terminou o mês de abril com 7,8% de participação no mercado brasileiro. O resultado é 0,1 ponto percentual superior...
Renault Kwid e Sandero estão entre os carros mais ... A marca francesa ficou na quarta posição geral entre as que tiveram mais emplacamentos no último mês do primeiro semestre Com 19,8 mil emplacamentos, a Renault fechou o mês de junho com 10,2% de participação de mercado, ficando entre as quatro marcas com maior número de licenciamentos no período....
Marina Ruy Barbosa vira sereia para conquistar um ... Como uma sereia capturada pela beleza do Captur, atriz seduz o dono de um SUV da marca francesa A atriz Marina Ruy Barbosa, embaixadora da Renault no Brasil, surge em um papel inédito em sua carreira na primeira campanha 360 de marca francesa. Como uma sereia capturada pela beleza do Captur, ela ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *