Marketing com adrenalina

O nome Porsche remete de imediato à imagem de um carro extremamente veloz, daqueles que são vistos rasgando em alguma Autobahn. Houve uma conversão ao mercado, é verdade, e o Cayenne é responsável por esse lado mais…digamos…mercadológico da marca alemã. Mas é só. De um modo geral, Porsche é sinônimo de velocidade, esportividade elevada e, claro, luxo. Muito luxo.

Aí vem o Porsche Club Brasil e promove a 52ª edição do Porsche Driving School. Na prática, a oportunidade dada aos inscritos de pilotarem, no real sentido da palavra, modelos icônicos da marca no Autódromo de Curitiba.

Válido pela Porsche Club Cup, o 52º Porsche Driving School teve, entre as atrações, um 911 GT3 R, carro utilizado pela Stuttgart Motorsport no Campeonato Brasileiro de Endurance. Havia ainda um 911 Targa 1997 e um 911 Turbo 1998. Teve ainda prova de habilidade a bordo de um Macan e uma corrida com o Cayman GT4.

Quando uma marca promove um evento desse porte, busca muito mais que oferecer diversão a meia dúzia de privilegiados (ou 55, no caso da Porsche). A ideia é também mostrar a capacidade de seus modelos quando levados às situações extremas. Vamos e venhamos: não é todo dia que você pode acelerar um Cayman com o pé embaixo.

Recentemente a Audi realizou algo parecido para lançar a nova linha RS (leia-se RS6, RS7 e R8). Não levou inscritos, mas jornalistas da área e, mais uma vez, foi além da oportunidade de acelerações extremas na pista. Antes de qualquer atividade prática houve toda uma apresentação dos produtos. Em termos de modelos mais ‘humildes’, a Renault promoveu, no mesmo autódromo de Curitiba, o lançamento da linha mais moderna da Série RS do Sandero.

Adrenalina, luxo, esportividade, mas um lado mercadológico inevitável. Marcas podem levar você ao ponto máximo da adrenalina. Mas, por outro lado, dizem bem no seu ouvido: “veja como nossos carros são bons”.

Poucos ligam para isso. E é justo que não liguem mesmo. O negócio é acelerar e curtir.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: