Mats Gunnarsson é o novo presidente da Scania na região das Américas

Mats Gunnarsson é o novo presidente da Scania na região das Américas. Foto: Divulgação

A Scania anunciou Mats Gunnarsson como novo presidente para as operações comerciais na região das Américas. O executivo será responsável pelas unidades de negócio da Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, México, Peru, Venezuela e Estados Unidos. A Scania conta com mais de 600 pontos de serviços e ampla participação de mercado nestes países.

“Comandar a região das Américas será um grande e gratificante desafio. Aqui estão, entre outros, o maior mercado do mundo para a Scania, o Brasil. Além disso, também temos na região o principal de ônibus, o México, e um dos mais promissores a nível global, a Colômbia. Trabalharemos com foco em aumentar a rentabilidade de nossos clientes. Sempre buscando melhorar o desempenho da rede de serviços na região, e posicionar a Scania como líder em soluções de transporte sustentável”, afirma Gunnarsson.

Mats Gunnarsson

O novo presidente é engenheiro Mecânico pelo KTH Royal Institute of Technology da Suécia com Mestrado em Economia pela Universidade de Estocolmo. Gunnarsson fala inglês, francês, espanhol e português. A partir de 1º de março ele comandará a Scania Commercial Operations Americas de São Bernardo do Campo (SP).

Sueco, substitui nesta posição o compatriota Martin Ståhlberg. O antecessor assumiu a presidência da Scania Commercial Operations Europe depois de cinco anos e meio à frente da região Américas.

Gunnarsson tem vasta experiência internacional no setor de transporte. Iniciou a carreira na Scania no ano de 1992, na Suécia. No início dos anos 2000 foi diretor-geral da Scania em Luxemburgo e na Argentina. Entre 2003 e 2009 trabalhou no Grupo Volkswagen e no Banco de Investimento Europeu de Luxemburgo. Em seguida retornou para a Scania para ser vice-presidente sênior de Vendas de Veículos e Suporte Logístico na Suécia.

Desde 2011, Gunnarsson atuava como presidente da multinacional sueca na França. O mercado francês terminou o ano de 2016 como o terceiro maior do mundo em vendas de caminhões para a marca no mundo.

Deixe uma resposta