Saudações extrapesadas!

Por Leonardo Andrade
redacao@transportabrasil.com.br

Olá leitores do Autos Giros! Eu sou o Leonardo Andrade, jornalista especializado em transporte de cargas e passageiros, e a partir de hoje tenho o prazer de fazer parte da família Autos Giros, nesta parceria com meu querido amigo Daniel Jacques.

O Portal Transporta Brasil é uma iniciativa minha que entrou no ar em 2008 e desde então tivemos uma saga em notícias, coberturas, viagens e muito trabalho em busca de conteúdo e de histórias sobre o transporte no Brasil. E o Rio Grande do Sul, como Estado transportador e produtor que é, com vocação para o transporte e para a estrada, sempre nos inspirou e nos trouxe pautas e histórias memoráveis do setor.

A minha missão aqui neste espaço será trazer uma cobertura sobre o mundo dos caminhões e dos veículos comerciais, dos mais leves até os extrapesados, pra complementar e atualizar o conteúdo do mundo automobilístico que a gente tanto ama aqui no Autos Giros.


E pra gente começar, é importante mencionar que o mercado de caminhões e veículos comerciais no Brasil convalesce de um baque muito grande, que foi a crise econômica que atingiu nosso País nos últimos anos. Para se ter uma ideia, 2016 foi um dos piores anos da indústria na história, e representou uma queda de mais de 40% na produção e nas vendas de caminhões, uma retração sem precedentes.

E o ano de 2017 começou com a esperança de que a sangria esteja estancada e que o setor reaqueça, com perspectivas de início de recuperação. É o que as montadoras, em uníssono, vaticinam na imprensa e nos encontros com a mídia, todos achando que o setor de caminhões vai voltar a respirar e vai trazer um crescimento de 10% neste ano. Só que são 10% em cima de um resultado horroroso do ano passado, não esqueçamos…

DAF Austral. Foto: Divulgação

O ano começa com o calendário interessante. Teremos lançamentos de caminhões, teremos Fenatran, a maior feira do transporte nacional, que acontecerá em São Paulo no mês de outubro, em lugar novo e com promessa de participação de todas as marcas (em 2015, na última edição da feira, só a Volvo e a DAF estiveram presentes com estandes).

E 2017 começou também com a notícia de que a Mercedes-Benz, depois de oito anos, recuperou a liderança nas vendas de veículos comerciais no Brasil, tirando o trono da MAN – Volkswagen Caminhões e Ônibus.

20 anos da Sprinter

A Mercedes também comemorou agora no começo do ano a marca de 20 anos de mercado da Sprinter, uma invenção europeia que vendeu 3 milhões de unidades mundo afora, que no Brasil já emplacou 125 mil unidades e contando… Um sucesso de vendas com solidez no atendimento pós-venda. O Brasil é o quinto mercado mundial para a Sprinter e este ano a marca quer se consolidar na dianteira do mercado de Large Vans.

Em 2016, a Sprinter vendeu um total de 4.814 unidades, sendo 2.219 vans de passageiros, 1.592 furgões e 1.003 chassis e para 2017 a fabricante espera um aumento de até 10% (olha lá!) nas vendas, apostando principalmente no reaquecimento do consumo, no aumento do e-commerce, que tem projeção de 13% para este ano, e na melhora da condição do mercado como um todo. Vamos ficar de olho.

Este mercado de comerciais leves, com Peso Bruto Total entre 3.000 e 5.000kg é extremamente pulverizado, com grandes concorrentes, como a Renault, com a Master, a Fiat, com a Ducato, e a Iveco, com a Daily.

Na próxima semana vamos falar sobre extrapesados e agronegócio, trazendo mais novidades do mundo dos caminhões, veículos comerciais e transporte de cargas.

Até a próxima!


Leonardo Andrade é Editor-chefe do Portal Transporta Brasil.
Este texto é uma produção exclusiva para o Autos Giros

Deixe uma resposta