JC Racing Team vence a 20ª edição das 500 Milhas de Motovelocidade

A equipe JC Racing Team, no comando de uma Kawasaki Ninja ZX-10R de numeral #12 foi a vencedora da 20ª edição das 500 Milhas de Motovelocidade. A prova foi disputada na tarde deste domingo (12), no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP).

A mais tradicional prova de endurance do Brasil reuniu 14 equipes. Foram Ao longo das 187 voltas percorridas, três times revezaram a liderança. Além disso, um dos principais favoritos abandonou a prova nos primeiros 10 minutos e, nos momentos finais, a chuva aumentou a emoção.

O time da JC Racing Team manteve regularidade durante as quase seis horas de pilotagem e dominou a maior parte da prova. A equipe não teve grandes incidentes e precisou de sete paradas nos boxes para completar a corrida na primeira colocação. Seus pilotos foram Marco Solorza, Davi Costa e Alecsandre Brieda ‘Doca’.

Além disso, este resultado conferiu mais do que apenas uma vitória à equipe. Alecsandre Brieda tornou-se o maior vencedor das 500 Milhas, com cinco títulos.

Apesar de estar preparada, a JC Racing Team contou também com a sorte. A equipe Honda Racing Team (#51), formada pelos pilotos Diego Faustino, José Luiz ‘Cachorrão e Eric Granado, era um dos candidatos ao título.

As 500 milhas

O time fez a melhor volta nos treinos classificatórios para as 500 milhas e garantiu a pole position. Na largada, realizada no estilo ‘Le Mans’ – pilotos alinhados de um lado da pista e motos, desligadas, do outro –, Eric Granado foi o mais rápido e colocou a Honda CBR 1000RR na primeira posição. Porém, uma queda ainda na sétima volta, enquanto liderava a corrida, tirou a equipe da disputa.

Outro time que pagou caro pela ‘má sorte’ foi a Tecfil Racing Team. Ainda no início da prova, a BMW S1000RR de numeral #17 apresentou problemas eletrônicos. Assim, a máquina e deixou os pilotos Danilo Lewis, Diego Viveiros, Cesar Barros e Marcio Bortolini na mão. Com isso, a equipe largou bem atrás dos ponteiros e precisou fazer uma grande corrida de recuperação.

Após a Honda dar adeus antecipado à corrida, os times da JC Racing Team e Paulinho Superbikes (#202), formado pelos pilotos André Veríssimo, Ives Moares e Lucas Bittencourt, brigaram pela primeira posição.

As duas equipes revezaram a liderança no primeiro terço da prova. Porém, a partir da 56ª volta, a JC Racing Team tomou a dianteira, abriu grande vantagem e manteve a posição até a bandeira quadriculada.

Já a Paulinho Superbikes (#202) – na categoria SuperSport – foi o segundo a cruzar a linha de chegada nas 500 milhas. O time realizou uma corrida bastante regular e logo nas primeiras voltas pulou da quinta para a terceira posição.

Posições finais

JC Racing Team vence a 20ª edição das 500 Milhas de Motovelocidade. Foto: Gilmar Rose/VGCOM

Sem diminuir o ritmo, ultrapassou a equipe Ducati Campinas (#500) e assumiu a vice-liderança. Em seguida, iniciou a longa briga pela ponta com a JC Racing Team. No fim, conseguiu encerrar a 20ª edição das 500 Milhas com a vitória na sua categoria e a segunda posição geral.

A terceira colocação foi para a Tecfil. O time conseguiu se recuperar  e, aos poucos, foi ganhando posições. A equipe deixou o fim da fila e na metade da corrida já ocupava o quinto lugar. Impondo um ritmo bem acima dos adversários, a Tecfil conseguiu fazer ultrapassagens e terminar em terceiro.

Já a equipe Ducati teve alguns altos e baixos ao longo da prova e obteve a quarta colocação com uma Ducati 1299R Panigale. Completando o pódio principal, o time da Misano Racing Team (#137), com os pilotos Daniel Toloni, James Michael e Mauricio Paludete, garantiu o quinto lugar nas 500 Milhas.

Categorias

Considerando o resultado entre categorias, a JC Racing Team (#12) faturou também a vitória pela SuperBike. A Tecfil ficou com a segunda posição, logo à frente da Ducati Campinas. A Misano chegou em quarto. Fechando o pódio, a equipe Motonil Motors (#131), com os pilotos Pablo Flores e Fabrício Freitas, obteve o quinto lugar. 

Já pela SuperSport, o grande vencedor foi o time da Paulinho SBK. A vice-liderança da categoria ficou com a Masut Racing Team (#36). A equipe foi formada pelos pilotos Alex Schultz, Leopoldo Bittar e Juninho Trudes. Já a SR Corse (#69), composta por Arthur Mazzucatto, Carlos Trivellato, José Ricardo Gandara e Yrio Azavedo, obteve o terceiro lugar.

Na categoria Força Livre, a primeira colocação foi para o time da Pitico Race Team (#25). Os pilotos foram Roque Eduardo, Anivaldo Neto, Cassiano Macedo e Fernando Souza. A Helder Afinity (#8) garantiu a segunda posição no pódio. Seus pilotos eram Alexandre Pereira, André Checcia, Helder Shad e Willians Surh.,

Em terceiro chegou a Misano Racing Team (#135) – com Sérgio Hidani, José Cunha e Ricardo Seiji – em terceiro e da Ducati Campinas (#99) – com Eduardo Lelis, Marcelo Race e Guilherme Fullmann – na quarta posição.

Leia mais

Confira os resultados das corridas da MotoGP na Ar... Autos Giros traz matéria especial com todos os resultados das disputas da MotoGP em Rio Hondo Viñales vence na Argentina e segue líder da MotoGP A Movistar Yamaha MotoGP está em festa. Os dois pilotos da equipe garantiram as primeiras colocações no Grande Prêmio Motul da Argentina, prova realizada...
Oliveira derruba própria marca e abre o grid da Mo... Confira um resumo da definição do grid do GP da Argentina na Moto2, MotoGP e Moto3 Impossível contar quantas mudanças houve nas primeiras posições durante o treino classificatório da categoria Moto2 para o Grande Prêmio Motul da Argentina, realizado na tarde deste sábado (8) no Circuito Termas de...
O Farroupilha – Renault Captur, motovelocida... A coluna Autos Giros desta semana em O Farroupilha traz, como destaque principal, o lançamento do Renault Captur. O modelo chegou em duas versões, 2.0 e 1.6, e deve ganhar mais duas com câmbio CVT em breve. Outro destaque desta semana foram as 500 milhas de Motovelocidade, prova que aconteceu no ...
Honda Motos patrocina o Super Bananalama 2018 Considerado o maior encontro de trilheiros do mundo”, edição 2018 do evento será realizada de 5 a 8 de julho, em Corupá (SC) A Honda é a mais nova patrocinadora do Super Bananalama. A maior fabricante de motos do país também estará no “Maior e melhor encontro de trilheiros do mundo”, de 5 a 8 de ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *