Nissan celebra tradição de 80 anos na produção de picapes

A robustez e a confiabilidade das picapes Nissan incorporam mais de 80 anos de história. Desde 1934 a marca japonesa já vendeu mais de 14 milhões de picapes em aproximadamente 180 países. Agora este legado continuará no Brasil com o lançamento da sua 12ª geração, previsto para o primeiro trimestre deste ano.

A história da Nissan no segmento de picapes começou em julho de 1934, quando a empresa iniciou a produção do seu primeiro veículo comercial: a Datsun “13 Truck” (abaixo). O modelo, com cabine simples, tinha capacidade de carga de 520 quilos. Era equipado com uma transmissão manual de três marchas. A potência máxima era de 15 cavalos a 3.600 rpm.

Nova Frontier incorpora os mais de 80 anos de tradição da Nissan na produção de picapes

Na década de 1960, a Nissan criou seu primeiro modelo já seguindo as características de vanguarda das picapes compactas, a “Datsun Truck 1200”. Trazia um motor de 1.200 cm³ de cilindrada e suspensão independente no eixo dianteiro. Uma versão alongada também foi lançada logo depois.

Introdução na América Latina

Os primeiros carros e picapes Datsun chegaram a mercados da América Latina, como Peru e Chile, a partir de 1935. Em 1972, a Nissan começou a produzir Datsun “521” em sua fábrica de Cuernavaca, no México. O modelo era exportado para alguns países da região e teve grande aceitação na América Central. Anos depois, o segundo modelo exportado do México foi a picape Datsun “620”.

Frontier: picape forte de verdade.

A terceira geração de picapes produzidas na América Latina foi a Datsun “720”, a primeira a oferecer tração nas quatro rodas. Entre 1973 e 1979, as vendas da “720” ajudaram a aumentar significativamente o número de picapes nas vias da região, que foram de 2.000 a 72.000 unidades por ano.

Nos anos 1990, a família D21 se tornou a sucessora da “720”, com diferentes nomes comerciais: Terrano, no Chile, e Frontier nos demais países da região. Esses modelos trouxeram novo nível de conveniência e inovação nos produtos oferecidos na região.+

Picapes no Brasil

As picapes sempre estiveram ligadas aos momentos importantes da Nissan no Brasil. Em 2000, a empresa iniciou suas atividades oficiais, ainda como importadora, no mercado brasileiro. Na época, a Frontier foi um dos primeiros modelos vendidos pela marca no país.

Dois anos depois, as picapes começaram a ser produzidas na fábrica da Aliança Renault-Nissan, em São José dos Pinhais (PR). Isto representou ainda o início oficial da fabricação de veículos Nissan no Brasil. Desde então, com força e versatilidade, a Frontier pavimentou sua trilha de sucesso no mercado nacional, com mais de 100.000 unidades vendidas.

Leia mais

Nissan Frontier será um dos destaques do Salão do ... Agora fabricada em Córdoba, na Argentina, picape chegará cheia de novidades ao mercado brasileiro no principal evento do setor na América Latina A Nissan Frontier, a picape mais premiada pela imprensa especializada no ano passado, está melhor e de endereço novo. O utilitário agora é fabricado na ...
Autos Giros – De volta à estrada! Daniel Jacques Faaaala galera, tudo bem? Pois é, depois de "férias forçadas" por essa vida de empreendedor, estou de volta. E cheio de assuntos que abordarei com calma nos Autos Giros pelas estradas do Brasil e do mundo ao longo das próximas semanas. Pra começar, vou falar um pouco sobre a Nissa...
Nissan inicia a produção da Nissan Frontier na Arg... Com o início da fabricação em Córdoba, o país sul-americano passa a fazer parte da rede mundial de produção da picape A Nissan iniciou a produção de sua picape Nissan Frontier em Córdoba, na Argentina na última semana. No evento, o presidente e CEO da Nissan Motor Co. Ltd., Hiroto Saikawa destaco...
Nova Frontier é destaque no estande da Nissan na A... O público pode testar toda a força e tecnologia da picape mais premiada do Brasil em 2017 em uma pista off road exclusiva de 1000 m² A Nissan está presente mais uma vez na Agrishow, que termina nesta sexta-feira (04) em Ribeirão Preto (SP). Toda a linha de veículos da marca japonesa estará prese...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *