Toyota Concept-i busca uma mobilidade mais humana

Toyota Concept-i busca uma mobilidade mais humana. Foto: Divulgação

Imagine se os veículos do futuro fossem amigáveis e focados em você. Essa é a visão por trás do Concept-i da Toyota, anunciado nesta semana na CES – Consumer Electronics Show de 2017, em Las Vegas. O inovador carro conceito demonstra a visão da Toyota para o futuro: os veículos devem priorizar as pessoas.

O Concept-i foi criado em torno da filosofia do “calor cinético”, uma teoria que prega que a tecnologia de mobilidade deve ser acolhedora e, acima de tudo, divertida. O veículo foi desenhado pela CALTY Design Research, em Newport Beach; aliada à tecnologia de usabilidade desenvolvida pelo Innovation Hub, em São Francisco.

Como resultado, o carro conceito foi criado com foco na construção de uma experiência de usuário imersiva. Além disso, o Concept-i traz um avançado sistema de Inteligência Artificial (IA) que antecipa as necessidades dos motoristas.

“Na Toyota, reconhecemos que a questão em relação aos veículos do futuro não é se eles serão ou não equipados com tecnologias automatizadas ou conectadas”, diz Bob Carter, vice-presidente sênior de operações automotivas da Toyota. “Para nós, o futuro é sobre a experiência das pessoas que se envolvem com esses veículos. Com o Concept-i e o poder da Inteligência Artificial, acreditamos que o carro do futuro poderá interagir com a vida do motorista”.

Relação veículo e motorista

O coração do Concept-i é uma IA poderosa, que aprende com o motorista e constrói um relacionamento com ele. Mais do que seguir padrões de caminhos e horários, o carro foi projetado para aprender com as emoções dos passageiros.

Assim, ele mapeia os melhores caminhos por onde o motorista viaja. Essa combinação dá ao Concept-i uma capacidade excepcional de melhorar a qualidade de vida de seus usuários.

Além disso, o conceito traz uma avançada tecnologia de direção autônoma que, aliada à IA, melhora a segurança da condução. Isto acontece combinando estímulos visuais e táticos que diminuem o tempo de resposta do veículo.

Os motoristas terão as opções de direção automática ou manual, de acordo com suas preferências, ao mesmo tempo em que o Concept-i monitora continuamente a atenção do motorista e as condições da estrada. O objetivo do novo veículo é auxiliar o motorista a trafegar em condições cada vez menos perigosas.

Concept-i: para uma tecnologia mais humana

Para garantir que a tecnologia permaneça acolhedora e acessível, os designers do laboratório CALTY construíram o Concept-i de dentro para fora, pensando primeiro na interface do usuário, a IA apelidada de “Yui”.

Yui foi desenhada para se relacionar com diferentes culturas ao redor do globo. O painel central é o foco de Yui dentro do veículo, mas seu interior com linhas fluídas também foi projetado para aumentar a capacidade de comunicação da Inteligência Artificial. Yui usa luz, sons e até o toque para se comunicar com todos a bordo.

Na verdade, o Concept-i tenta evitar mostrar seus avisos e informações apenas na tela principal do console central. A comunicação do motorista com Yui é feita por meio de luzes coloridas e pequenas projeções.

Luzes acenderão na coluna lateral para chamar a atenção do motorista. Se outro veículo estiver no ponto cego do retrovisor, por exemplo. Essa nova tecnologia ajudará o motorista a manter sua total atenção na estrada.

O Concept-i começará a ser testado no Japão nos próximos anos.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: