Subaru Outback 3.6R acelera tecnologia e desempenho

A linha 2016 do Subaru Outback  3.6R trouxe novos equipamentos ao modelo da marca japonesa. Disponível em versão única com preço sugerido de R$ 186.900,00, ele passa a contar com o sistema Subaru Rear/Side Vehicle Detection (SRVD).

O SRVD identifica e informa, por meio de um sinal luminoso, a presença de veículos próximos durante anobras. O SRVD reúne tecnologias como  Blind Spot Detection, Lane Change Assist e  Rear Cross-Traffic Alert.

Assistente de Farol Alto

Outra novidade da linha 2016/2016 do Subaru Outback 3.6R é o Assistente de Farol Alto (HBA). Com ele, ao acionar o farol alto, uma câmera frontal, instalada na parte superior do parabrisa, monitora o tráfego.

Quando ele detecta um outro veículo em sentido contrário ou à sua frente, ele altera temporariamente a iluminação do veículo para farol baixo. Ao identificar a pista livre, o farol alto volta a ser acionado novamente.

GPS integrado

O Subaru Outback é o primeiro veículo da marca comercializado no Brasil a contar com a tecnologia GPS de série. Além disso, ela é integrada ao sistema de áudio com tela sensível ao toque de 7 polegadas.

Além da função GPS, o sistema de áudio possibilita a execução de músicas de dispositivos externos via USB ou Bluetooth. Com ele o motorista visualiza no display as imagens da câmera de ré, acessa a lista de contatos, atende chamadas e tem acesso ao histórico de ligações.

O Subaru Outback 3.6R

O Subaru Outback é equipado com motor Boxer 3.6R, com 256 cv de potência a 6.000 rpm e torque de 35.7 kgf.m a 4.400 rpm. O motor Boxer 3.6R trabalha em conjunto com o câmbio automático Lineartronic. Há também a possibilidade de troca sequencial de marchas através do sistema paddles shifts.

O modelo conta com os benefícios do sistema de tração integral Symmetrical All-Wheel Drive. Essa tecnologia de tração nas quatro rodas, combinada aos pneus de uso misto, elevada posição de condução e amplos ângulos de entrada (18,6º) e saída (23,1º), permite ao modelo rodar com desenvoltura em qualquer condição de terreno, seja asfalto ou estradas de terra.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: