Carregamento indutivo pode ser opção para veículos elétricos

Motores diesel: a escolha entre combustão x explosão. Imagem: Divulgação

Um dos maiores entraves dos veículos com fonte de energia elétrica fica por conta da autonomia e também dos sistemas de carregamento, que precisam de maior rapidez.

Buscando encontrar uma solução viável, a Scania testa pela primeira vez na Região Nórdica a opção de ônibus, como também, de parada estacionária para carregamento indutivo, uma opção no desenvolvimento por um sistema de transporte público silencioso e sustentável. O projeto é parcialmente financiado pela Agência Sueca de Energia e também serve para análise do comportamento em clima com temperaturas baixas.

O mais interessante é o aproveitamento da viagem do ônibus para a ampliação da carga de energia da bateria do veículo. No momento em que o ônibus chega na parada, o sistema de carregamento sem fio (wireless bus stop charging), localizado sob a superfície da estrada da estação de carregamento, automaticamente inicia o carregamento.

Scania Citywide Hybrid with inductive charger. Södertälje, Sweden Photo: Dan Boman 2016

Scania Citywide Hybrid with inductive charger.
Södertälje, Sweden
Photo: Dan Boman 2016

O processo teve inclusive a preocupação na ambientação para não perturbar as características urbanas, ou seja, o desenho da tecnologia indutiva é essencialmente invisível no transporte e nas vias urbanas.

Sete minutos de carregamento sem fios é suficiente para cobrir toda a rota de 10 km de comprimento. O ônibus vai operar em Södertälje, sede da Scania que fica na Suécia.

carregamento-indutivo-pode-ser-opcao-para-veiculos-eletricos-destaque

“O ônibus híbrido elétrico neste projeto demonstra uma alternativa como tecnologia para uma solução de transporte mais sustentável. A tecnologia de carregamento indutiva é silenciosa e invisível. O teste de campo em Södertälje é importante antes das escolhas enfrentadas pela sociedade e pela indústria automotiva no que se refere à eliminação de emissões e redução do ruído do tráfego em ambientes urbanos sensíveis “, diz Hedvig Paradis, gerente de projeto da Scania e responsável pela Participação no projeto de pesquisa.

O custo do projeto de carregamento das paradas de ônibus com carregamento sem fio é de cerca de 38 milhões de coroas suecas, dos quais a Scania está a investir 22 milhões de coroas suecas. A Agência Sueca de Energia concedeu cerca de 10 milhões de coroas suecas em financiamento para pesquisa, que será dividido entre o Royal Institute of Technology, Scania e SL.

Scania Citywide Hybrid with inductive charger. Södertälje, Sweden Photo: Dan Boman 2016

“Este é um dos vários projetos que a Scania está conduzindo para encontrar soluções para futuros serviços de transporte sustentável nas cidades”, diz Anders Grundströmer, diretor da Scania Sustainable City Solutions. “Estamos trabalhando na identificação das necessidades das cidades e na criação de sistemas para soluções de transporte ecológicas, rápidas, seguras e econômicas, baseadas em combustíveis alternativos produzidos localmente, incluindo a eletrificação”.

A eletrificação do setor dos transportes exigirá várias tecnologias e soluções – tanto em termos de forma de realização, como também pela maneira que seria cobrada. A carga pode ocorrer quando os veículos estiverem estacionados em estacionamentos e paradas ou durante a operação. Para a carga durante o funcionamento, as alternativas são a carga condutora através de um pantógrafo ou carregamento indutivo – ou uma combinação destas técnicas.

A escolha da solução depende da tarefa de transporte a ser realizada. O tamanho e o peso das baterias, que podem ser transportados a bordo do veículo, por exemplo, determinam a quantidade de carga que deve ocorrer durante o serviço.

Scania Kantarel induction plate Södertälje, Sweden Photo: Gustav Lindh 2016 Scania Kantarel induction plate
Södertälje, Sweden

O ônibus que a Scania testará no tráfego urbano de Södertälje é um ônibus híbrido, ou seja, com tecnologia, o que significa que as baterias do ônibus também são carregadas durante a operação, utilizando a potência dos freios. A carga também pode ocorrer usando o motor de combustão, que opera com combustível isento de fósseis.

A Suécia pretende ter uma frota de veículos não fóssil até 2030. A eletrificação dos transportes públicos, e os ônibus, em particular, são cruciais para atingir esse objetivo. O ônibus elétrico híbrido é 70% mais eficiente no aspecto de aproveitamento da energia que um correspondente que utilize diesel convencional.

=========================================================

Tarcisio Dias é profissional e técnico em Mecânica, além de Engenheiro Mecânico com habilitação em Mecatrônica e Radialista, desenvolve o site Mecânica Online® (www.mecanicaonline.com.br) que apresenta o único centro de treinamento online sobre mecânica na internet (www.cursosmecanicaonline.com.br), uma oportunidade para entender como as novas tecnologias são úteis para os automóveis cada vez mais eficientes.

Coluna Mecânica Online® – Aborda aspectos de manutenção, tecnologias e inovações mecânicas nos transportes em geral. Menção honrosa na categoria internet do 7º Prêmio SAE Brasil de Jornalismo, promovido pela Sociedade de Engenheiros da Mobilidade.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: