Mercedes-Benz apresenta ônibus BRT de 220 lugares

Mercedes-Benz O 500 MDA HD (Heavy Duty). Foto: Divulgação

A Mercedes-Benz do Brasil está lançando, na Fetransrio 2016, uma nova versão do chassi O 500 MDA HD (Heavy Duty). Desenvolvido para ônibus superarticulados para BRT, o novo veículo tem capacidade para mais de 220 passageiros,

“Trata-se do maior superarticulado para sistemas BRT e o maior articulado da marca Mercedes-Benz no mundo”, diz Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas, Marketing e Peças & Serviços Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil. “Este novo superarticulado está à venda e já opera no maior BRT do Brasil, no Rio de Janeiro. O sistema foi utilizado por cerca de 11,7 milhões de pessoas durante os Jogos Olímpicos neste ano”, ressalta Leoncini.

Inovação em BRT

Mercedes-Benz O 500 MDA HD (Heavy Duty). Foto: Divulgação

Uma nova posição da captação de ar para o motor do veículo permitiu um maior aproveitamento de espaço interno. Junto com uma articulação robusta, isso possibilitou a configuração com 48 assentos, e espaço para 175 pessoas em pé.

“Nosso novo superarticulado fará ainda mais diferença no mercado, oferecendo 10% de aumento no número de passageiros. Isso em relação ao O 500 MDA atual e sem mudar o comprimento total de 23 metros. Ou seja, as empresas poderão transportar mais passageiros, sem ocupar mais espaço nos corredores e faixas exclusivas do BRT”, explica Leoncini.

novo_superarticulado_7

Segundo Leoncini, o novo produto reafirma o compromisso Mercedes-Benz em oferecer soluções para novas demandas dos clientes e do mercado. “O transporte de massa e a mobilidade urbana são desafios cada vez mais presentes”, destaca. Para o diretor, a resposta do mercado mostra que a marca alemã está na direção certa pois, em três anos, já são mais de 1.000 unidades do chassi atual vendidos no Brasil.

Apenas no sistema BRT da cidade do Rio de Janeiro, atualmente já são 245 veículos articulados e superarticulados da marca Mercedes-Benz em circulação. “Isto reafirmao sucesso dos nossos produtos nos principais sistemas de transporte coletivo no Brasil”, finaliza Leoncini..

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: