Abeifa revê projeção de fechamento do ano

Abeifa revê projeção de fechamento do ano. Kia Sportage 2017. Foto: Divulgação

As dezoito marcas filiadas à Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores – Abeifa comercializaram, em outubro, 2.639 unidades. Este resultado representou queda de 4,2% em relação ao mês anterior (2.754 unidades). Ante outubro de 2015, a redução é de 33,6% (3.974 veículos).

No acumulado do ano, o setor de importados chegou a 29.866 emplacamentos. A  queda de 41,5% em relação aos 51.081 veículos licenciados nos primeiros dez meses do ano passado no país. “Com as consecutivas quedas nas vendas mensais, teremos que rever a projeção de fechamento de 2016. Devemos comercializar este ano 36 mil unidades, contra as 39 mil projetadas em janeiro.”, enfatiza José Luiz Gandini, presidente da Abeifa.

Demandas da Abeifa

Abeifa revê projeção de fechamento do ano. Volvo 40. Foto: Divulgação

“Nossa demanda pelo fim dos 30 pontos percentuais no IPI será mantida. Ela é importante para que possamos recuperar o setor de veículos importados, Por ora, porém, nos concentraremos na liberação das cotas não utilizadas por outras marcas”, argumenta Gandini.

Para ele, “sem alteração no Inovar-Auto, nossa entidade não terá condições de manter os atuais concessionários. Consequentemente, também se perderão os empregos por eles gerados”. O executivo lembra que a Organização Mundial do Comércio – OMC, condenou esta política protecionista do governo brasileiro sobre o setor automotivo nacional.

Produção local

BMW X1 nacional. Abeifa revê projeção de fechamento do ano Foto: Divulgação

Entre as associadas à Abeifa que também têm produção nacional, marcas como BMW, Chery, Land Rover, Mini e Suzuki fecharam o último mês de outubro de 2016 com 1.033 unidades emplacadas. Este total representou queda de 4,7% em relação ao mês anterior considerando as mesmas marcas.

Se a comparação for em relação a outubro de 2015, a queda é ainda maior: 85,7%. No mesmo mês do ano passado foram emplacadas 7.221 unidades fabricadas no Brasil. No acumulado, as cinco associadas à Abeifa totalizaram 9.702 unidades emplacadas. Isto representa queda de 73,7% ante as 36.930 unidades.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: