Continental Pneus dá dicas para dirigir na chuva

Com a precariedade das nossas estradas, a chuva que volta e meia castigam diversas regiões do Brasil transformam as vias em grandes desafios para a segurança. Sob essa condição fica nítida a necessidade de um perfeito casamento entre as características dos pneus. O composto de borracha e o desenho da banda de rodagem precisam trabalhar juntos  para o carro não perder aderência.

“Dirigir na chuva pode ser perigoso e demanda alguns cuidados especiais com os pneus. Além de ter a sua aderência posta em xeque, eles também se desgastam mais rapidamente sob essa condição. Por isso, a sua manutenção deve estar em dia”, alerta Rafael Astolfi, gerente de Assistência Técnica da Continental Pneus Mercosul.

Confira cinco dicas importantes segurança na chuva:

1) Calibragem, alinhamento e balanceamento

Para assegurar que a área de contato entre o pneu e a pista seja a ideal, com o máximo possível de água sendo drenada, é essencial não descuidar da pressão, do alinhamento e do balanceamento das rodas.

2) Análise dos sulcos

Também é importante observar a profundidade dos sulcos dos pneus. A Continental recomenda uma profundidade mínima de 3 mm para que o pneu possa drenar a água adequadamente. Os sulcos são essenciais para esse processo. Abaixo dessa medida aumenta exponencialmente o risco de perda de contato do pneu com o solo.

3) Reduza a velocidade

A água da chuva, quando misturada à sujeira e ao óleo que se acumulam nas ruas e estradas, cria o cenário ideal para derrapagens. Reduzir a velocidade permite que uma área maior da banda de rodagem entre em contato com a pista, aumentando assim a aderência.

4) Mantenha distância

Além de reduzir a velocidade é importante manter-se distante do veículo à frente. Em uma pista molhada o motorista necessita de três vezes mais espaço para frear do que em uma pista seca.

5) Aquaplanagem

Quando há muita água na pista, o veículo pode perder o contato com o asfalto e deslizar. É a chamada aquaplanagem. “Ao notar que o veículo começou a perder a aderência com o solo, em nenhuma circunstância freie ou faça qualquer movimento brusco com o volante. Aguarde que a perda gradativa de velocidade faça com que o veículo volte a ter contato com a pista e o controle seja retomado”, explica Rafael Astolfi.


A Continental Pneus

A Continental Pneus desenvolve tecnologias inteligentes para o transporte de pessoas e de seus bens. Como uma parceira confiável, a fornecedora automotiva internacional, fabricante de pneus e colaboradora industrial oferece soluções sustentáveis, seguras, confortáveis, customizadas e acessíveis.

Em 2015, a companhia gerou vendas de € 39,2 bilhões com suas cinco divisões: Chassis & Segurança, Interior, Powertrain, Pneus e ContiTech. A Continental emprega atualmente aproximadamente 215 mil pessoas em 55 países.

A Divisão de Pneus possui atualmente 24 locais de produção e desenvolvimento no mundo. A ampla gama de produtos e os contínuos investimentos em P&D traz uma grande contribuição à mobilidade. Como um dos principais fabricantes do mundo, a Divisão de Pneus alcançou vendas de € 10,4 bilhões em 2015.

A divisão de Pneus para Veículos Comerciais da Continental é uma das maiores fabricantes de pneus para caminhões, ônibus e comerciais especiais em todo o mundo.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: